Conecte-se conosco

header-top






 

18/06/2024
 

Enchente 2024 Canoas

Exército afasta militares por compartilhamento de informação falsa

Redação

Publicado

em

O Exército Brasileiro determinou o imediato afastamento de militares que divulgaram um alerta para que moradores do bairro Mathias Velho evacuassem a área por risco de inundação.

A instituição tomou a decisão ainda no domingo, 26, afirmando que a informação falsa foi repassada sem o consentimento do comando.

Integrantes da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, os militares, cujos nomes não foram divulgados, falavam que um dique tinha se rompido e que as águas inundariam o bairro Mathias Velho. Isso teria disseminado pânico entre os moradores da área.

Segundo o Exército, os militares ouviram de terceiros o relato e não checaram a informação antes de propagá-la. “Tal situação decorreu de um grave erro de procedimento”, informou a força, em nota divulgada pelo Comando Militar do Sul.

Em nota divulgada nas redes sociais, a Operação Taquari 2, conjunto militar que opera nos resgates e demais ações decorrentes da enchente que atinge o RS desde o final de abril, pediu desculpas e manifestou solidariedade aos moradores do Mathias Velho pelo ocorrido. “Medidas administrativas foram adotadas para apurar rigorosamente os fatos. Os militares envolvidos foram afastados de suas atividades durante o processo de investigação”, acrescentou o Exército.

Fake news

Ao menos 169 pessoas morreram devido às consequências adversas das chuvas torrenciais que atingem o Rio Grande do Sul desde o fim de abril, segundo levantamento da Defesa Civil estadual concluído às 9 horas desta segunda-feira, 27.

Mais de 2,34 milhões de gaúchos foram direta ou indiretamente afetados nos 469 municípios atingidos. Só em Canoas, foram registrados 27 óbitos. A prefeitura decretou situação de calamidade pública no dia 6 de maio.

Em meio à catástrofe e à comoção diante das perdas de vidas e materiais, notícias falsas se proliferaram, agravando a situação e, em muitos casos, dificultando os trabalhos de resgate e assistência às vítimas.

Na semana passada, a Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou que fechou acordo com as plataformas de redes sociais Kwai, Tik Tok, LinkedIn, Google, YouTube e Meta para combater a disseminação de desinformação sobre as ações do governo federal envolvendo as enchentes que atingem o Rio Grande do Sul.

Pelo acordo, as empresas se comprometeram a “tomar medidas” contra conteúdos desinformativos sobre a tragédia climática no estado. Dias antes, a AGU já tinha pedido à X (antigo Twitter), TikTok e Kwai que retirem do ar postagens com desinformação sobre a entrega de alimentos para a população afetada pelas enchentes.

Economia

Inscrições para Programa Estadia Solidária começaram nesta terça-feira, 18

Redação

Publicado

em

Inscrições para Programa Estadia Solidária começaram nesta terça-feira, 18

Iniciaram na manhã desta terça-feira, 18, as inscrições para o Programa Estadia Solidária, destinado às pessoas que abrigam entre cinco e 15 desalojados, com pagamento de R$ 100 por acolhido.

As pessoas desabrigadas ou desalojadas devem estar inscritas no Cadastro Único (CadÚnico) do Governo Federal e ser residentes da área atingida pela enchente em Canoas. As inscrições vão até 28 de junho.

Cadastro

O cadastro deve ser feito por meio de formulário disponibilizado no site da Prefeitura, neste link.

No momento da inscrição, o beneficiário deverá informar os seus dados pessoais e dos desabrigados/desalojados que estão acolhidos. É preciso preencher nome completo, data de nascimento, CPF e endereço com Código de Endereçamento Postal (CEP).

A classificação e a seleção dos beneficiários será pelo somatório de pontos de acordo com os seguintes critérios:

– Renda per capita (por pessoa):
– 0 a 10% do salário mínimo (5 pontos)
– 11% a 20% do salário mínimo (4 pontos)
– 21% a 30% do salário mínimo (3 pontos)
– 31% a 40% do salário mínimo (2 pontos)
– 41% a 50% do salário mínimo (1 ponto).
– Um ponto por cada filho em idade escolar (de 0 a 17 anos)
– Idoso (1 ponto)
– Pessoa com Deficiência (PcD) sem Benefício de Prestação Continuada (BPC) : 2 pontos.
– Para quem tem BPC, 1 ponto.
– Desempregados (3 pontos)
– Mulheres chefes de família (5 pontos)
– Não possuir nenhum outro benefício social (5 pontos)

Auxílio por um ano

O auxílio será concedido pelo período máximo de um ano. O beneficiário deverá atualizar o número de abrigados em sua residência a cada três meses.

Os créditos deverão ser utilizados exclusivamente para a aquisição de alimentação, medicamentos, gás de cozinha, mantimentos para pets e higiene pessoal.

A Prefeitura de Canoas poderá realizar vistoria nos imóveis indicados, em caso de identificação que a residência não se encaixa nas condições estabelecidas.

 

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Inscrições para o Programa Auxílio Canoense Reconstrução abertas

Redação

Publicado

em

Programa Auxílio Canoense Reconstrução

As inscrições para o Programa Auxílio Canoense Reconstrução começam nesta segunda, 17. A iniciativa oferece cinco parcelas de R$ 400 para 5 mil pessoas afetadas, inscritas no Cadastro Único (CadÚnico). As inscrições devem ser feitas pelo sistema disponível no site da Prefeitura. Para acessar o formulário, clique aqui.

Critérios de Seleção

A classificação dos beneficiários será baseada em um sistema de pontos, conforme os seguintes critérios:

  • Residente na área atingida pela enchente em Canoas: 10 pontos
  • Renda per capita:
  • 0 a 10% do salário mínimo: 5 pontos
  • 11% a 20% do salário mínimo: 4 pontos
  • 21% a 30% do salário mínimo: 3 pontos
  • 31% a 40% do salário mínimo: 2 pontos
  • 41% a 50% do salário mínimo: 1 ponto
  • Filhos em idade escolar (0 a 17 anos): 1 ponto por filho
  • Idoso: 1 ponto
  • Pessoa com Deficiência (PcD) sem BPC: 2 pontos; com BPC: 1 ponto
  • Desempregados: 3 pontos
  • Mulheres chefes de família: 5 pontos
  • Não possuir nenhum outro benefício social: 5 pontos

Condições para Permanência

A permanência no programa exige um dia de trabalho na Frente Emergencial de Limpeza do município, coordenada pela Prefeitura. O pagamento do auxílio será realizado na data da prestação das atividades, via PIX ou cartão magnético, com chave do titular beneficiário. Alimentação será fornecida no dia da atividade.

Para mais informações, consulte o Decreto 256 2024.

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Canoas tem menos danos pelas chuvas com plano de contingência e forças-tarefas

Redação

Publicado

em

Canoas tem menos danos pelas Chuvas com plano de contingência e forças-tarefas

Com a previsão da chuva intensa, forças-tarefas foram mobilizadas nas ruas e um plano de contingência foi realizado. O foco principal foi nas Casas de Bombas e no sistema de drenagem pluvial. Diversas equipes trabalharam no atendimento de ocorrências durante o final de semana.

Ações Preventivas

Equipes de limpeza realizaram ações preventivas, focando na microdrenagem da cidade. Bocais de lobo e locais com risco de alagamento foram limpos para evitar que entulhos e materiais da enchente de maio obstruíssem a captação das águas da chuva.

Atendimentos Imediatos

Na tarde de domingo, 16, residências na rua Primeiro de Março, na Vila Real, e na rua Bartolomeu de Gusmão, no bairro Fátima, sofreram alagamentos. As equipes que já estavam nas ruas prestaram atendimento e realizaram desobstruções nos locais.

Entre sábado à tarde e domingo de manhã, a Defesa Civil não encontrou pontos com lâminas de água expressivas que representassem riscos aos imóveis.

Volumes de Chuva

No sábado, 15, a partir das 16h, pancadas de chuva variaram de fracas a moderadas. De acordo com o Escritório de Resiliência Climática e Defesa Civil de Canoas (Eclima), até as 17h de domingo, 16, os volumes acumulados chegaram a 83,1 mm em 26 horas. Durante 17 horas de domingo, o acumulado foi de 65,4 mm.

Abrigos e Pontos de Referência

Subprefeituras abriram oito pontos de referência, e aproximadamente 70 pessoas foram encaminhadas para abrigos municipais por orientação da Defesa Civil ou por vontade própria.

Canal de Comunicação SOS Canoas

A Prefeitura de Canoas mantém o canal WhatsApp SOS Canoas (51 3236-2000) disponível para a comunidade. A ferramenta possui três funcionalidades: pedidos de novo abrigamento, solicitação de resgate e informações sobre pontos de alagamento. O número recebe apenas mensagens, não ligações.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm