Conecte-se conosco

header-top






 

18/06/2024
 

Clima

Canoas tem pelo menos 15 pontos com bloqueio nas ruas pelo acúmulo de água

Redação

Publicado

em

A cidade de Canoas já tem diversos pontos de alagamento devido às chuvas que ocorrem desde o sábado, 27. De acordo com o Escritório de Resiliência Climática e Defesa Civil de Canoas (Eclima), desde então, já foram mais de 200 milímetros de precipitação no município.

As águas também causam transtornos no trânsito. A prefeitura registra os seguintes pontos de bloqueio:

  • Rua D, no bairro Olaria;
  • Avenida Guilherme Schell, próximo da Estação São Luiz;
  • Rua 14 de Abril, no bairro Fátima;
  • Rua Liberdade, próximo do Colégio Leonardo da Vinci, bairro Marechal Rondon;
  • Rua das Araras;
  • Pontos da rua Engenheiro Kindler, no Harmonia;
  • Pontos da rua Doutor Barcelos com Araçá;
  • Esquinas das ruas Machadinho com Pistóia e Cairu com Nicolau Seibel, ambas no Rio Branco;
  • Rua Canguçu;
  • Pontos da rua Florianópolis: esquinas com Tapes, Encantado e Soledade;
  • Rua Campinas: esquinas com Torres e Tapes, no bairro Mathias Velho.

Em outros locais, os acumulados de água já escoaram em algumas horas. Equipes da prefeitura seguem nesses fazendo a sinalização e trabalhando para favorecer o escoamento da água.

A previsão é de que as chuvas continuem pelo menos até o domingo, dia 5 de maio.

Segundo a Defesa Civil de Canoas, até a manhã de terça-feira, 30, quatro pessoas (dois adultos e duas crianças) estavam desalojadas. Ambas são da mesma família e moradores do bairro Olaria. Eles seguiram para casa de familiares. As equipes também resgataram dois cães durante o atendimento.

Clima

Defesa Civil de Canoas fez 66 atendimentos durante o final de semana

Redação

Publicado

em

Em balanço da Defesa Civil de Canoas publicado nesta segunda-feira, 17, o órgão contabilizou 66 ocorrências ao longo do final de semana.

Foram 44 conferências de comunicados de alagamentos, 14 respostas a pedidos de informações, dez abrigamentos, 4 solicitações de abrigo e 4 solicitações de resgate.

Dez equipes estão mobilizadas, por conta do plano de contingência da prefeitura diante da previsão do tempo instável no fim de semana e nos próximos dias.

A distribuição teve a presença de agentes nos bairros Mathias Velho (3 equipes), Harmonia (1), Mato Grande (1), Fátima (2), Rio Branco (2) e Niterói (1).

Os trabalhos contaram com a colaboração de equipes de diferentes secretarias e órgãos de segurança.

Níveis dos rios

Agentes seguem mobilizados e monitoram o comportamento das águas dos rios. Conforme o Escritório de Resiliência Climática (Eclima), a bacia do Rio do Sinos, que desemboca na região da Praia do Paquetá, às 11h desta segunda-feira, 17, estava com 3,35 metros em São Leopoldo — a cota de inundação é de 4,5m.

O Guaíba, que serve de parâmetro para o lado Oeste de Canoas, estava com 2,74 metros, ante a cota de 3,6 metros. Já o Rio Gravataí registrava 3,53 metros — para uma marca de 4,75 m para começar a deixar o leito.

Continuar a ler

Clima

Prefeitura de Canoas planeja obras nos diques e a construção de duas novas estruturas

Redação

Publicado

em

Após as águas das enchentes de maio de 2024 abaixarem, o governo municipal planeja reforçar os sistemas que seguram a água fora da cidade.

Como os diques dos bairros Niterói e Mathias Velho sofreram avarias, a prefeitura planeja melhorá-los, além de construir duas novas estruturas na Mato Grande e na São Luís.

O planejamento foi mostrado ao público em coletiva feita pelo prefeito, Jairo Jorge, na quinta-feira, 13.

Segundo ele, já há tratativas com a Corsan para alocação dos recursos necessários para os novos diques, além de aumentar as estruturas existentes para a altura de 7 metros.

Além disso, os sistemas das casas de bombas devem passar por mudanças. Hoje, eles ficam na altura das cotas de inundação da cidade.

Segundo a prefeitura, tanto os equipamentos de drenagem da água de dentro dos bairros como os geradores que permitem que eles funcionem mesmo sem luz devem ser elevados acima das marcas atuais.

O objetivo é que, mesmo se um evento semelhante como o deste ano ocorrer, as casas de bombas possam fazer seu trabalho sem a necessidade de recorrer a equipamentos externos.

Durante a crise climática, foram utilizadas 14 motores e 50 motobombas móveis — que estão de prontidão caso as chuvas previstas até 21 de junho causem algum transtorno.

Continuar a ler

Clima

Pedidos de resgate durante os próximos dias em Canoas podem ser feitos por telefone

Redação

Publicado

em

Poucas semanas depois das enchentes que atingiram a maior parte dos municípios do Estado e ainda com muitas pessoas limpando suas casas, é possível que chova mais de 70 milímetros neste final de semana.

Como parte de um plano de contingência apresentado na quinta-feira, 21, a Prefeitura de Canoas colocou novas funcionalidades no telefone criado especificamente para a atuação nas enchentes, o SOS Canoas, disponível pelo número (51) 3236-2000.

Agora, é possível pedir informações sobre os pontos de alagamento na cidade em tempo real por esse contato.

Além disso, em caso de novos alagamentos com as chuvas prometidas para os próximos dias, os canoenses podem pedir para serem levados a um abrigo ou então, em casos mais extremos, resgatados em suas casas.

Não há uma garantia de alagamentos nos próximos dias em razão dessa chuva, que tem volume menor do que as registradas entre o final de abril e começo de maio.

Entretanto, segundo o portal MetSul, o problema seriam os vários dias seguidos de chuva sem a normalização dos sistemas de escoamento das cidades ou do nível dos rios em todo o Estado.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm