Conecte-se conosco

header-top



 




 

20/05/2024
 

Ensino

Saiba como é possível descartar livros didáticos usados para a reciclagem

Redação

Publicado

em

Pais e responsáveis todo ano se deparam com uma dúvida: o que fazer com os livros didáticos recebidos que já não servem mais? O Grupo O Timoneiro recebeu essa dúvida diversas vezes nas últimas semanas. Fomos verificar o que é possível fazer nessa situação.

O Programa Nacional do Livro e do Material Didático, iniciativa federal que promove a distribuição dos livros escolares, estabelece que as redes de ensino precisam ter normas para o descarte de materiais fora de ciclo de forma sustentável. Isso acaba por ser definido pelos gestores públicos das secretarias municipais e estaduais de educação, no caso de escolas desses tipos.

Em Canoas, não há legislação específica regrando a reciclagem, mas a Secretaria Municipal de Educação aponta que esse serviço deve ser feito pela escola. É possível que a instituição faça a doação do material impresso para um novo uso, sem custos, bastando apenas levar os livros para que os servidores retirem capas e miolos, doando apenas as páginas.

Ao repassar adiante as páginas, a escola precisa pedir à instituição que receberá a doação que assine um documento de recebimento. A pasta informou que estuda formas de tornar mais ágil o processo de reciclagem de livros didáticos.

Continuar a ler
Clique em Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Ensino

Prefeitura de Esteio abre concurso para contratação de professores

Redação

Publicado

em

A Prefeitura de Esteio divulgou o edital do concurso público 01/2024 na segunda-feira, 1º. O certame é aberto para a contratação de oito profissionais da área da Educação e formação de cadastro reserva, com salários que variam de R$ 2.778,79 a R$ 5.459,32, mais auxílios transporte, refeição e alimentação.

As inscrições podem ser feitas a partir desta terça-feira, 2, até o dia 16 de abril, no portal da Fundatec, empresa responsável pela execução do concurso. A taxa de ingresso é de R$ 120). A aplicação das provas teórico-objetivas está prevista para o dia 5 de maio.

Toda a movimentação do concurso deve ser acompanhada no portal da Fundatec, e é dever do candidato se manter atualizado sobre as etapas do certame.

Concurso público 01/2024

Inscrições: De terça-feira, 3, a 16 de abril
OndePortal da Fundatec
Taxa: R$ 120

Vagas

  • Professor de Educação Infantil
    Requisito: Curso Superior em Pedagogia
    Vagas: Seis
    Salário: R$ 4.425,38 (36 horas semanais)
  • Professor de Matemática
    Requisito
    : Curso Superior reconhecido e registrado (licenciatura plena) e certificado de registro no MEC de professor habilitado na disciplina
    Vagas: Duas
    Salário: R$ 2.778,79 (24 horas semanais)
  • Gestor Pedagógico
    Requisito básico
    : Curso Superior em Pedagogia com habilitação ou especialização em orientação, supervisão, coordenação pedagógica ou gestão escolar
    Vagas: Cadastro de reserva
    Salário: R$ 5.459,32 (40 horas semanais)
  • Professor de Anos Iniciais
    Requisito
    : Curso Superior em Pedagogia
    Vagas: Cadastro de reserva
    Salário: R$ 2.778,79 (24 horas semanais)
  • Professor de Português
    Requisito
    : Curso Superior reconhecido e registrado (licenciatura plena) e certificado de registro no MEC de professor habilitado na disciplina
    Vagas: Cadastro de reserva
    Salário: R$ 2.778,79 (24 horas semanais)
Continuar a ler

Ensino

Governo de Gravataí envia para a Câmara projetos de lei para aumentar salário de profissionais da educação

Redação

Publicado

em

A Prefeitura de Gravataí enviou à câmara de vereadores local dois projetos de lei que concedem avanços salariais para professores da rede municipal. Os textos tratam dos profissionais que atuam na educação infantil e dos especialistas em educação, o que engloba orientadores e supervisores.

Os PLs 30 e 31/2024 foram elaborados pelo prefeito de Gravataí, Luiz Zaffalon, em conjunto com as equipes das secretarias de Educação e da Fazenda, mais o Sindicato dos Professores Municipais de Gravataí.

A proposta 31/2024 prevê que todos professores da educação infantil recebam o benefício de regência de classe. Essa parcela deve dar um acréscimo de 25% sobre o salário do nível 1 dos professores. Hoje, isso equivale a R$ 573,85.

Já o projeto 30/2024 propõe a valorização em cinco faixas para os professores que possuem graduação, pós-graduação, mestrado, doutorado e pós-doutorado.

Conforme a secretária municipal da Educação, Aurelise Braun, os vencimentos mensais dos especialistas em educação terão uma diferença de 7% entre os níveis em 2024. “Esses servidores ocupam cargos de orientação e supervisão e terão a diferença entre os níveis reajustada para os próximos anos: 8% em 2025, 9% em 2026 e vai chegar a 10% a partir de 2027”, disse. As propostas devem ser votadas já nesta semana pela Câmara Municipal.

O prefeito de Gravataí afirma que a construção em conjunto com as secretarias e o sindicato é vital para o projeto. “É uma proposta que valoriza os educadores e nos permite continuar com investimentos em uma área tão importante para a sociedade como a educação”, avalia Zaffalon.

Para a secretária, que é professora do quadro municipal, as propostas representam uma grande conquista para a educação de Gravataí. “É uma reivindicação de muitos anos dos professores da educação infantil e dos especialistas. Poder valorizar esses profissionais é um momento para comemorarmos”, destacou.

Saiba mais

Atualmente, são 3,1 mil profissionais na educação. Gravataí aplica cerca de 30% do orçamento em educação, embora a Constituição estipule o mínimo de 25%.

Todos os anos, a prefeitura fornece uniforme escolar a todos os 28 mil estudantes da rede municipal. Além disso, a partir deste ano, passou a distribuir o Cartão Material Escolar, iniciativa que possibilita que os itens sejam adquiridos diretamente nas papelarias conveniadas.

Continuar a ler

Ensino

Prefeitura contratará técnicos de educação básica e professores para escolas municipais

Redação

Publicado

em

Nesta terça-feira, 2, é celebrado o Dia Mundial de Conscientização do Autismo. A data visa difundir informações e diminuir o preconceito com as pessoas que apresentam o Transtorno do Espectro do Autismo (TEA).

Para acompanhar em sala de aula as crianças com essa condição, a Secretaria de Educação de Canoas deve contratar até 189 técnicos de educação básica (TEBs) para um período temporário de um ano, com possível prorrogação de mais 12 meses. Essa chamada dos profissionais foi autorizada por uma lei, sancionada pelo prefeito Nedy de Vargas Marques na quinta-feira, 27 de março. A legislação também trata da admissão de 198 professores e mais 35 especialistas (os que atuam com supervisão e orientação escolar).

“Sabemos da importância dos técnicos para o desenvolvimento dos alunos de inclusão da rede municipal. Por isso, a SME está trabalhando com urgência na elaboração do edital”, destacou a secretária Leany Maria de Conti. A previsão é que ele seja publicado até a próxima segunda-feira, 8. Os TEBs são profissionais de apoio para as turmas de educação infantil e de ensino fundamental, que auxiliam e dão suporte aos estudantes de inclusão, tanto nas escolas municipais de educação fundamental (EMEFs) quanto na educação infantil (EMEIs).

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm