Conecte-se conosco

header-top

enchentes rio grande do sul
 







 

29/05/2024
 

Geral

RGE pode voltar a cortar luz de inadimplentes em agosto. Corsan prorroga benefício

Redação

Publicado

em

DESASTRE NO RS: Bairro Niterói, em Canoas, terá energia desligada em áreas de risco iminente

Após o término do prazo determinado pela Agência Nacional de Energia Elétrica (ANEEL) para a suspensão do corte de energia de clientes residenciais, rurais e de atividades consideradas essenciais, as distribuidoras de energia voltam a ter possibilidade de interromper o fornecimento por falta de pagamento em todo o território nacional, com exceção dos clientes cadastrados na Tarifa Social (Baixa Renda), que não pode ser cortados por inadimplência até o final do ano.

A data para retomada dos cortes determinado pela ANEEL é 1º de agosto, sendo o primeiro dia útil para início dessa atividade o dia 3 de agosto.

Para evitar a suspensão do fornecimento de energia, a RGE traz condições de pagamento diferenciadas dentro dos seus canais digitais e orienta que os clientes mantenham as contas em dia. Entre as novidades de pagamento apresentadas pela distribuidora, está o parcelamento por meio do cartão de crédito e boleto em até 12X, pagamento via Auxílio Emergencial e pagamento da fatura mensal por meio de cartão de crédito.

Confira as condições de pagamento oferecidas pela RGE:

Pagamento via Auxílio Emergencial: O pagamento da conta de energia por meio do cartão de débito virtual para quem recebe o Auxílio Emergencial do governo federal foi incorporada às opções de pagamento da distribuidora em seu site e App “CPFL Energia” como mais uma comodidade aos clientes que querem manter suas faturas em dia.

Usando o cartão do Auxílio Emergencial, é possível quitar as faturas correntes ou até mesmo débitos vencidos no valor de no máximo R$ 1,2 mil. Por funcionar apenas na opção débito, não é possível que os valores sejam parcelados. Caso o cliente tenha interesse nessa função, ele pode optar por diversas outras modalidades de pagamento oferecidas também pelo site ou aplicativo da companhia.

Pagamento via PicPay: A RGE firmou parceria com a empresa PicPay até o dia 31 de julho, próxima sexta-feira. Clientes que efetuarem o pagamento da conta durante o mês de julho por meio desse APP, receberão 10% do valor da conta como bônus dentro do PicPay (com limite de até 15 reais).

Parcelamento de contas em atraso. Os clientes que estiverem com uma ou mais contas em atraso também podem pagar e parcelar o crédito em aberto em até 12 vezes nos cartões de crédito Mastercard e Visa e, também, via boleto. Essa condição é exclusiva para pagamentos via canais digitais e é válida para um valor entre R$ 150 a R$ 18 mil em contas atrasadas.

Canais Digitais: São mais de 30 opções disponíveis nos canais digitais da CPFL:  solicitar segunda via de conta, trocar titularidade, pedir religação do serviço e até enviar documentos e fotos. Basta acessar www.rge-rs.com.br ou baixar o aplicativo ‘CPFL Energia’ no smartphone ou tablet. A segunda via das faturas também pode ser solicitada por SMS, por meio do número que consta na fatura e os demais serviços podem ser realizados pelo Call Center de cada distribuidora do grupo CPFL, entre elas a RGE.

Desde maio, todos os clientes da RGE podem acessar o aplicativo para smartphones “CPFL Energia” com navegação gratuita, ou seja, sem gastar seu pacote de dados. O benefício, válido para todas as operadoras de telefonia Claro, Vivo, Oi e Tim, tem como objetivo facilitar o uso da tecnologia pelos clientes principalmente durante esse momento de isolamento social.

A empresa iniciou ainda, o atendimento via WhatsApp. Por meio do número (51) 3539-6791, os clientes podem comunicar falta de energia na sua residência, solicitar segunda via de conta, solicitar o código de barras e tirar dúvidas.

Corsan prorroga por mais 30 dias benefícios referentes à Covid-19

A Corsan ampliou em mais 30 dias a isenção da tarifa social aos clientes de baixa renda. A medida abrange inclusive as faturas da competência agosto/2020. A direção da Companhia decidiu também manter suspensos, até 25 de agosto, os cortes de fornecimento de água por não pagamento da conta. Tais ações garantem, por cinco meses consecutivos, uma série de benefícios que visam apoiar os usuários da Corsan no combate aos efeitos financeiros causados pela pandemia.

Tarifa Social

Atualmente, a Companhia tem 42 mil famílias inscritas no cadastro da Tarifa Social. O regramento para inscrição do benefício pode ser consultado no link corsan.com.br/tarifaresidencialsubsidiada e no call center, pelo nº 0800.646.6444. A inscrição deve ser solicitada na Unidade de Saneamento mais próxima, mediante agendamento prévio pelo site, app ou call center (fone 0800.646.6444).

Continuar a ler
Clique em Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Enchente 2024 Canoas

Três locais fazem solicitação de novas vias de documentos em Canoas após a enchente

Redação

Publicado

em

A OAB Canoas informou, através de suas contas em redes sociais, os locais em que é possível solicitar a segunda via das certidões de nascimento e casamento.

São eles:

  • CAP Total do Foro Estadual – Rua Lenine Nequete, nº 60, Centro – das 12 às 19 horas
  • Registro Civil: 1ª Zona – Rua Padre Anchieta, nº 84, Nossa Sra. das Graças – das 9 às 17 horas
  • Registro Civil: 2ª Zona – Avenida Victor Barreto, nº 1040 – Centro – das 9 às 17 horas

O órgão aponta que é necessário que a população garanta o direito à identificação civil.

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Exército afasta militares por compartilhamento de informação falsa

Redação

Publicado

em

O Exército Brasileiro determinou o imediato afastamento de militares que divulgaram um alerta para que moradores do bairro Mathias Velho evacuassem a área por risco de inundação.

A instituição tomou a decisão ainda no domingo, 26, afirmando que a informação falsa foi repassada sem o consentimento do comando.

Integrantes da 14ª Brigada de Infantaria Motorizada, os militares, cujos nomes não foram divulgados, falavam que um dique tinha se rompido e que as águas inundariam o bairro Mathias Velho. Isso teria disseminado pânico entre os moradores da área.

Segundo o Exército, os militares ouviram de terceiros o relato e não checaram a informação antes de propagá-la. “Tal situação decorreu de um grave erro de procedimento”, informou a força, em nota divulgada pelo Comando Militar do Sul.

Em nota divulgada nas redes sociais, a Operação Taquari 2, conjunto militar que opera nos resgates e demais ações decorrentes da enchente que atinge o RS desde o final de abril, pediu desculpas e manifestou solidariedade aos moradores do Mathias Velho pelo ocorrido. “Medidas administrativas foram adotadas para apurar rigorosamente os fatos. Os militares envolvidos foram afastados de suas atividades durante o processo de investigação”, acrescentou o Exército.

Fake news

Ao menos 169 pessoas morreram devido às consequências adversas das chuvas torrenciais que atingem o Rio Grande do Sul desde o fim de abril, segundo levantamento da Defesa Civil estadual concluído às 9 horas desta segunda-feira, 27.

Mais de 2,34 milhões de gaúchos foram direta ou indiretamente afetados nos 469 municípios atingidos. Só em Canoas, foram registrados 27 óbitos. A prefeitura decretou situação de calamidade pública no dia 6 de maio.

Em meio à catástrofe e à comoção diante das perdas de vidas e materiais, notícias falsas se proliferaram, agravando a situação e, em muitos casos, dificultando os trabalhos de resgate e assistência às vítimas.

Na semana passada, a Advocacia-Geral da União (AGU) anunciou que fechou acordo com as plataformas de redes sociais Kwai, Tik Tok, LinkedIn, Google, YouTube e Meta para combater a disseminação de desinformação sobre as ações do governo federal envolvendo as enchentes que atingem o Rio Grande do Sul.

Pelo acordo, as empresas se comprometeram a “tomar medidas” contra conteúdos desinformativos sobre a tragédia climática no estado. Dias antes, a AGU já tinha pedido à X (antigo Twitter), TikTok e Kwai que retirem do ar postagens com desinformação sobre a entrega de alimentos para a população afetada pelas enchentes.

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Casa de bombas retoma operação e equipamentos devem ajudar a tirar água do Oeste de Canoas

Redação

Publicado

em

Com o apoio do Exército, foi possível retomar a operação da Casa de Bombas 7, no bairro Mathias Velho, no sábado, 25.

Equipamentos de instalação foram retirados e enviados para limpeza, e um novo motor foi instalado no local para bombear 2,5 mil litros de água por segundo para fora do blocal.

Duas bombas móveis também foram instaladas pela prefeitura no Dique do Canil, no bairro Mato Grande. Somados, os dois equipamentos possuem capacidade de vazão de 3,2 mil litros por segundo.

Dessa forma, segundo o governo municipal, a cidade deve contar com 25 equipamentos para retirar a água do lado Oeste. Dessas, 22 bombas móveis estão instaladas ou em processo de instalação nos diques.

A Casa de Bombas 8 foi retomada e já tem dois de seus três equipamentos em operação. A capacidade total de vazão, ao serem consideradas todas as 25 bombas, é de 36,7 mil litros por segundo.

No bairro Niterói, a água acumulada não é proveniente de cheias de rios, mas são reflexo das chuvas da quinta-feira passada, 23, que não foi escoada pelo sistema de tubulações.

Apesar do funcionamento das Casas de Bombas 1 e 2, o Rio Gravataí também está acima da cota, e a eficiência das bombas não é a mesma de quando o rio está baixo.

Essa situação causa acúmulo de água também em outros bairros, como Nossa Senhora das Graças e Vila Ideal.

A Casa de Bombas 1 conta com a operação de três dos seus quatro motores, e a Casa de Bombas 2 tem um de três motores funcionando. Mais 10 bombas auxiliares foram instaladas no local.

Somando-se a operação de todas as bombas, o bairro tem uma capacidade de bombeamento de cerca de 13 mil litros de água por segundo.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm

Canoas unida

Prefeitura de Canoas Adverte


Isso vai fechar em 5 segundos