Conecte-se conosco

header-top



 




 

19/05/2024
 

Enchente 2024 Canoas

DESASTRE NO RS: Canoas divulga lista de resgatados da enchente e alojados em abrigos

Redação

Publicado

em

Prefeitura de Canoas divulga lista de resgatados da enchente e alojados em abrigos - Foto: Bruna Ourique

A Prefeitura de Canoas está divulgando, por meio do seu site oficial, as listas (aqui) com os nomes das pessoas socorridas e abrigadas em virtude das cheias que atingem Canoas.

A relação fornece os nomes completos dos canoenses resgatados e os respectivos pontos de abrigo do Município, onde são atendidos pela Assistência Social e por grupos de voluntários.

A maioria das pessoas que abandonaram as residências são moradores do lado Oeste da cidade (bairros como Mathias Velho, Mato Grande, Rio Branco, Fátima, Harmonia e São Luís), da região do bairro Niterói (ao Leste) e até da rua Brasil, do Centro.

A medida contribui com todos os que estão à procura de algum familiar ou amigo e que podem estar entre as mais de 15 mil pessoas que estão a salvo em um dos 55 abrigos abertos. Ainda, segundo balanço da Prefeitura de Canoas, o trabalho social de resgate desempenhado conta com mais de mil pessoas entre profissionais e cidadãos dispostos a ajudar. Já os serviços nos abrigos, no transporte e nas doações contam com mais de 3,6 mil voluntários.

Pedidos de resgate

O Município de Canoas está com um canal de comunicação para os chamados de socorro da população que precisa de apoio. As solicitações devem ser feitas por meio do WhatsApp da Central de Salvamentos – (51) 3236-2000.

O número não recebe ligações, apenas mensagens. Até a tarde de domingo (5), a Prefeitura somou mais de 63.843 mil solicitações de resgate e ajuda por telefone e WhatsApp.

A Defesa Civil de Canoas orienta a população não insista em permanecer nas residências de bairros alagados e aceite a ajuda das equipes durante as ações de resgate.

Enchente 2024 Canoas

Estado discute reposição de equipamentos para o HPS de Canoas

Redação

Publicado

em

A Secretaria Estadual da Saúde já discute como reequipar o Hospital de Pronto-Socorro de Canoas (HPSC), alagado durante a enchente das últimas semanas. A titular da pasta, Arita Bergmann, visitou o município no sábado, 18.

A secretária destacou que o governo já conta com um levantamento dos equipamentos perdidos, que poderão ser substituídos por meio de doações de hospitais de outros estados para a rede de saúde do Rio Grande do Sul.

“Precisamos também de um projeto de reforma. Ainda não sabemos se o hospital vai ficar no mesmo lugar ou mudar. Isso vai levar um tempo para ser estruturado, mas já pensamos em possibilidades para garantir os equipamentos”, explicou.

Em reunião com o secretário municipal de Saúde, Mauro Sparta, Arita também discutiu a possibilidade de reequipar o Hospital Universitário, na Ulbra, onde esteve durante a visita. Na passagem por Canoas, ela ainda conheceu o hospital de campanha montado na Ulbra para atender a população, principalmente os afetados pelas enchentes.

Instalado no último dia 5, o hospital é responsável pelo atendimento diário de 200 pessoas em regime de 24 horas por dia. A equipe é de 65 profissionais – incluindo clínicos gerais, pediatras, emergencistas e os funcionários da enfermagem, entre outros.

“O atendimento é para todo o município de Canoas, então temos a equipe volante que passa nos abrigos, expandindo o trabalho do hospital de campanha”, explicou a coordenadora da Força Nacional do Sistema Único de Saúde (SUS), Juliana Lima de Araújo.

De acordo com a secretária estadual, o primeiro desafio em uma situação de emergência é salvar vidas. “Agora, estamos em um segundo momento, de começarmos a ver o que é possível fazer para restabelecer o funcionamento da rede de saúde e o que podemos programar para o futuro.”

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Quem deve procurar o CRAS para ter acesso aos programa sociais criados para as famílias atingidas pelas enchentes

Redação

Publicado

em

Quem deve procurar o CRAS para ter acesso aos programa sociais criados para as famílias atingidas pelas enchentes
Após uma manhã de confusão e reclamações de canoenses que ficaram horas numa fica no CRAS do Guajuviras neste domingo, 19, a Prefeitura de Canoas lançou uma nota reforçando que só devem comparecer ao CRAS.
De acordo com o texto, são os moradores que ainda não possuem o CadÚnico e estão habilitados a participar do programa, ou seja, famílias de baixa renda que ganham até meio salário mínimo por pessoa ou até três salários mínimos de renda mensal total. A população que já possui cadastro não precisa fazer atualização.Confira os programas sociais já confirmados pelo Governo do Estado e quem está apto a participar:

Programa Volta por Cima

Para o usuário ter acesso ao Programa, já deve estar inscrito no Cadastro Único e possuir renda per capita de até R$ 218,00. O Governo do Estado disponibilizará uma única parcela de R$ 2.500,00. Todas as família com esse perfil e já cadastradas no CadÚnico em Canoas estão tendo seus dados informados automaticamente para o Governo do Estado.

PIX SOS Rio Grande do Sul

Para ser contemplada, a família não pode ter renda superior a três salários mínimos (R$ 4.236,00), nem ter sido beneficiada pelo programa Volta Por Cima. O Governo do Estado através do Comitê Gestor do PIX definiu que serão destinados R$ 2 mil por família afetada.

*Cada família só pode receber um dos benefícios

A Prefeitura de Canoas aguarda mais informações sobre os programas do Governo Federal.

Continuar a ler

Enchente 2024 Canoas

Limpeza de áreas atingidas pela enchente deve iniciar na segunda-feira

Redação

Publicado

em

A Prefeitura de Canoas anunciou que, na segunda-feira, 20, devem começar os trabalhos para limpeza das áreas atingidas pela enchente na cidade.

A operação começará pelos bairros São Luís, Mato Grande e Fátima, onde o nível das águas já recuou o suficiente para possibilitar o serviço.

Nas demais regiões, a administração municipal segue monitorando a altura da cheia, para que os locais também passem por limpeza.

Para intensificar o serviço, a Prefeitura realizou a locação emergencial equipamentos pelo prazo de 90 dias.

Também foi assinado um contrato para a locação de 31 motobombas, que ajudarão na retirada das águas de todo o lado oeste da cidade.

Essas bombas ficarão à disposição da Prefeitura por 30 dias, a contar da chegada de cada uma.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm