Conecte-se conosco

header-top






 

23/06/2024
 

Geral

Presidente do Banco Central diz que não vai mais ter app do Bradesco ou Itaú em até dois anos

Redação

Publicado

em

Marcelo Camargo/Agência Brasil

O presidente do Banco Central (BC), Roberto Campos Neto, declarou que o Open Finance, um sistema que possibilitará o compartilhamento de informações financeiras dos clientes, tem o potencial de eliminar a necessidade de os usuários utilizarem aplicativos de diferentes bancos brasileiros.

Durante o evento da MBA Brasil, realizado em Chicago por estudantes brasileiros, Campos Neto previu que em um prazo de até um ano e meio a dois anos, os aplicativos individuais do Bradesco, Itaú, entre outros, serão substituídos por um aplicativo agregador, proporcionando acesso a todas as contas por meio do Open Finance.

Ele destacou a rápida aceitação dos brasileiros ao Open Finance, com aproximadamente 50 a 60 milhões de pessoas aderindo ao sistema mesmo antes de usufruírem dos benefícios da inovação.

Campos Neto ressaltou que o Open Finance proporciona portabilidade e comparabilidade em tempo real, sendo o mais amplo e programável do mundo.

O Banco Central planeja expandir o Open Finance para incluir mais produtos, como seguros, que têm grande potencial de crescimento no Brasil, conforme observado por Campos Neto. Ele também prevê competição não apenas pelo produto, mas também pelo canal no futuro, destacando a aceleração na importação de dados.

PIX

Sobre o Pix, a ferramenta de pagamentos instantâneos, Campos Neto enfatizou que, se tivesse apenas a função de substituir as transferências eletrônicas tradicionais, como Ted e Doc, o sistema teria falhado.

Ele explicou que os bancos compreenderam a importância da inovação durante a pandemia, sendo necessário convencer tanto internamente quanto externamente, incluindo os bancos e o governo brasileiros.

Campos Neto afirmou que os bancos estão entusiasmados em explorar mais possibilidades no Pix hoje, destacando a surpreendente adesão dos bancos à inovação por trás do Pix. Ao abordar o lançamento do Pix, ele lembrou que a primeira previsão era para o final de 2024, mas devido à necessidade, o sistema foi implementado em seis meses.

O presidente do BC ressaltou que a agenda de inovação da autoridade monetária é um esforço coletivo e que apenas uma pequena parte do planejado foi implementada até agora. Ele assegurou que o programa de inovação continuará mesmo após o término de seu mandato.

Neto explicou que a agenda tecnológica do BC abrange quatro blocos interligados para modernizar a intermediação financeira, onde o Pix, por exemplo, se conectará com o Drex, a moeda digital brasileira, e oferecerá funcionalidades programáveis.

Geral

Decreto federal modifica regras para concessões de energia elétrica

Redação

Publicado

em

Um decreto do Ministério de Minas e Energia publicado na sexta-feira, 21, define regras mais rígidas para concessões de distribuição de energia elétrica.

O texto cita diretrizes a serem cumpridas em novos contratos. Para contratos vigentes, as distribuidoras têm a opção de se adequar ou não às novas regras para renovação da concessão.

“A licitação ou a prorrogação deverá ser realizada com compromisso imediato de atendimento de metas de qualidade e eficiência na recomposição do serviço com critérios mais rígidos, de forma isonômica em toda a área de concessão, em benefício dos usuários de energia elétrica”, destaca a publicação.

Entre as regras estão metas obrigatórias para a retomada de serviços em caso de eventos climáticos extremos.

Dessa forma, a pasta tem o objetivo de evitar que os consumidores fiquem sem luz por longos períodos em razão de chuvas, vendavais e quedas de árvores nas redes.

O decreto também estabelece que os dividendos devem ser limitados em casos de descumprimento de indicadores de qualidade técnica, comercial e econômico-financeiros.

Continuar a ler

Notícias

Adutora rompe e bairro Niterói tem desabastecimento de água

Redação

Publicado

em

Adutora rompe e bairro Niterói tem desabastecimento de água - Foto: O Timoneiro

Uma adutora rompeu na manhã desta sexta-feira, 21, na rua Venâncio Aires, em Canoas.

Conforme registrou nossa reportagem, equipes da Corsan já estão no local fazendo o reparo.

Desabastecimento de água

Em virtude do rompimento, há desabastecimento de água no bairro Niterói e a previsão de normalização, segundo a empresa, é para o fim da tarde de hoje.

Em breve mais informações.

Continuar a ler

Notícias

Casas são interditadas em Nova Santa Rita após deslizamento de terra no bairro Berto Círio

Redação

Publicado

em

Casas são interditadas em Nova Santa Rita após deslizamento de terra no bairro Berto Círio

Na manhã desta sexta-feira, 21, o solo cedeu em trecho de duas ruas do bairro Berto Círio, causando danos em torno de 20 residências. A Defesa Civil Municipal interditou as residências e os moradores foram evacuados dos locais.

O trabalho é feito com apoio dos Bombeiros e engenheiros da Prefeitura.

Deslizamento

No Beco 2, da rua L, pelo menos uma casa já teve parte destruída. Na casa em frente, um muro foi destruído por conta da movimentação de terras. No beco 1 também é visível pequenos deslizamentos, deixando raízes de árvores à mostra.

Na rua Padre Eugênio Mess, duas casas tiveram parte da estrutura danificada. A terra que cedeu deixou pendurados alicerces e vigas.

Casas são interditadas em Nova Santa Rita após deslizamento de terra no bairro Berto Círio

Divulgação

A Defesa Civil alerta que o solo encharcado é propício para que ocorram os deslizamentos.

Conforme o engenheiro e fiscal de obras da Secretaria Municipal de Desenvolvimento Urbano, Nicolas Melo Bortoluzzi, o quarteirão lindeiro ao barranco entre as ruas Padre Eugênio Mess e a rua L está em situação de risco. No beco 2, é a parte mais crítica, conforme o profissional.

“Ali o barranco chega a aproximadamente seis metros e é bem íngreme, sendo visível pequenos deslizamentos por entre as árvores. No condomínio da rua Padre Eugênio Mess e em terrenos do entorno que tem o barranco como fundos, o risco também é grande”, adiantou.

Defesa Civil

A Defesa Civil segue no local. Em caso de necessidade, a população pode acionar a Defesa Civil de Nova Santa Rita através do número (51) 98922-8949.

Centro Humanitário de Acolhimento

O local fica localizado na rua Porto da Farinha, 256, no bairro Caju, e garante alimentação completa, roupas e quartos privativos com camas e cobertores para os desabrigados pela enchente de maio.

O Centro também é espaço para recebimento e entrega de doações de cestas básicas e roupas para a população em vulnerabilidade.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm