37ª Feira do Livro de Canoas é encerrada nesta terça-feira, 12, com mensagem de esperança

Foto: Reprodução Prefeitura Municipal de Canoas

A 37ª Feira do Livro de Canoas se encerrou nesta terça-feira, 12, Dia das Crianças, com a apresentação do Coral de Canoas (COCAN), escritores, artistas e autoridades municipais. Conforme publicação feira pela Prefeitura de Canoas, durante 12 dias, 17 bancas de livreiros comercializaram diferentes obras literárias na Praça da Bandeira, no coração da cidade. Centenas de estudantes, pessoas da comunidade e de municípios vizinhos circularam pelas sessões de autógrafos, bate-papos com autores, oficinas e shows musicais realizados durante a festa dos livros. Além disso, o público teve a opção de acompanhar a programação cultural pelas páginas da Prefeitura de Canoas no Youtube e Facebook.

Palavras do prefeito Jairo

“Neste 12 de outubro, Dia de Nossa Senhora Aparecida, encerramos com muita alegria essa Feira do Livro. Aproveito para lembrar Franz Kafka: ‘o livro é como o machado, que rompe os mares gelados da alma’. O livro tem o poder da transformação, da libertação, e esse é o papel da cultura”, destacou o prefeito de Canoas, Jairo Jorge. Ele ainda esclareceu que o mais fácil teria sido realizar apenas uma Feira online ou não realizar o evento em função da pandemia. “Mas nós escolhemos o caminho mais difícil e, por isso, estamos aqui para celebrar os resultados. Quero parabenizar a Lilian, a patrona, que esteve todos os dias participando com encantamento pela cultura e pelos livros”, completou o prefeito.

Secretário da Cultura, Pinheiro Neto

O secretário municipal da Cultura, Pinheiro Neto avaliou o balanço da Feira como muito positivo. “Ficou evidente que as pessoas estavam com saudade de frequentar a Feira, passear pelas bancas, pegar os livros nas mãos, viver a cultura. O grande destaque foi o bônus-livro. Um investimento do poder público para estimular a leitura e incentivar a economia do setor dos livreiros. Foram 1.700 bônus-livros para alunos e professores, no valor de R$ 60 cada, distribuídos nas 85 escolas da rede municipal de ensino”.

Lilian Rocha, patrona

A patrona da 37ª Feira do Livro de Canoas, Lilian Rocha, destacou que foi uma grande alegria perceber a Praça da Bandeira cheia, com canoenses e pessoas de fora, além de muitos estudantes. “A Feira está de parabéns, por todo o processo de valorização da cultura e da arte. Agradeço e faço uma homenagem aos meus pais, que sempre me incentivaram a ler”. Além de escritora e farmacêutica, Lilian é musicista e brindou o público com um pouquinho do seu canto. Ela recitou: “Quando escutares o meu canto, não esqueças que te entrego o meu sopro de vida. O meu canto que se expressa pelo meu corpo, pelo meu olhar, em cada palavra dita, em cada momento vivido”.

Luciano Alabarse, curador da edição

Para o curador Luciano Alabarse, a Feira do Livro se encerra com uma sensação de alegria. “A Feira, promovida pela Prefeitura de Canoas, trouxe a esperança de diferentes formas. Os escritores participaram de forma emocionada depois de um longo período só de atividades oline, em função da pandemia”, pontuou. Ele lembrou que a missão era devolver a Feira do Livro para Canoas, com toda a grandiosidade que a cidade merece.

Encerramento

O último dia da 37ª Feira do Livro de Canoas teve oficina de escrita criativa para crianças e adolescentes. Contou também com a terceira edição do Anime Multi Geek, com concurso de cosplay e diferentes personagens inspirados nos super-heróis. Toda a programação também contou com a presença do xerife, o ator Jairo Klein, que tocou o sino para avisar que a Feira estava se encerrando.

Organizada pela Secretaria Municipal da Cultura, com apoio da Secretaria Municipal da Educação, a Feira do Livro deste ano contou com o patrocínio Master da Corsan, patrocínio do Banrisul Vero e apoio do SESC. Todas as atividades foram gratuitas. Com o tema literário “Centenário de Josué Guimarães”, teve como escritores homenageados Diana Corso e Mário Corso.

Dados da feira

– Público de circulação na Feira: 16.000 pessoas;
– Número de livros vendidos: 6.180 obras;
– Venda dos livreiros : R$ 148.453,00:
– Bônus-livros: 1.700:
– Visitação de estudantes da Rede Municipal: 1.350 alunos:
– Estudantes online: 11 escolas – 233 alunos assistiram de forma virtual a Feira;
– Estudantes presenciais: 61 escolas;
– Visualizações da programação pelo Youtube e Facebook: 337.528;
– Público presencial e online: 353.528 pessoas.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here