Último boletim mostra que UTIs Covid seguem na lotação máxima

A poucos dias do final do ano de 2020, um dos mais trágicos para toda a população mundial, por conta da pandemia do novo coronavírus – que chegou no Brasil em meados de março deste ano -, os números de contaminados e óbitos em Canoas continuam subindo.

Na edição da semana passada, publicamos uma entrevista com o secretário da Saúde de Canoas, Fernando Ritter, que informou que, se confirmadas as previsões, a situação deve piorar e talvez, em breve, até classificar Canoas na bandeira preta, a que indica o risco alto de contágio.

O último boletim epidemiológico divulgado pela Prefeitura é desta terça-feira, 22, e informa que a cidade registrou, a partir daquela data, em 24 horas, a morte de mais dois homens, com 58 e 85 anos, e três mulheres, com 49, 65 e 88 anos, em decorrência do novo coronavírus.

Aos familiares e amigos das vítimas, a Prefeitura expressa seu pesar. “Reforçamos, como sempre, a toda a população o pedido para que use máscara ao sair de casa e higienize as mãos com álcool em gel. Familiares e pessoas que tiveram contato com as vítimas serão monitorados pela equipe de vigilância epidemiológica do município”.

Números gerais da Covid-19 no município:

– Negativados: 36.792
– Recuperados: 14.122
– Confirmados: 16.774
– Óbitos: 445
– Total de leitos em UTI: 100
– Leitos em UTI ocupados: 84%
– Total de leitos Covid-19: 50
– Leitos de UTI Covid-19 ocupados: 100%

Ultrapassada a marca de mais de 16 mil contaminados somente em Canoas, vale repetir apelo de Ritter, para que as pessoas não façam aglomerações e esperem pela vacina. “É melhor que esperem um pouco mais para curtirem as festas de fim de ano, para que estas não sejam a última de algumas pessoas”.

O Timoneiro reuniu algumas dicas de como curtir as festividades com segurança. Confira na página 6 desta edição.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here