Ação judicial busca cassação da chapa vencedora da eleição para prefeito

Rodrigo Batistella e a prefeita Margarete Simon Ferretti

Após disputa acirrada que elegeu Rodrigo Batistella (PT) como novo prefeito de Nova Santa Rita, uma ação, movida pelo ex-candidato (que ficou em segundo lugar nas eleições), Marcelino Musykant (PP), e seu então vice, Alex Ávila (PTB), foi aberta para averiguar possíveis irregularidades envolvendo o sucessor da atual prefeita Margarete Simon Ferretti (PT), que está no cargo de gestora há oito anos, e que, de acordo com as acusações, teria sido incansável na campanha de Batistella.

Segundo o advogado do caso, Marco Bernardes, a atual prefeita está sendo acusada de cometer: “abuso de poder político, abuso de poder econômico, possível troca de cargos e servidos por apoio político, utilização da máquina pública, pesquisa falsa no jornal estação, compra de voto no caso da estrada do Luizinho, FG de 80% de aumento no salário para fazer campanha, servidores e CC’s fazendo campanha em horário de trabalho entre outros”. Os números dos processos no TRE são: 06011489120206210134 / 06011315520206210134 / 06011271820206210134.

Os autores da denúncia registraram uma ação de investigação judicial eleitoral, com pedido de antecipação de tutela, para suspender a diplomação, promover a cassação da chapa e torná-los inelegíveis.

O caso está em sua fase inicial e ainda não há nenhuma decisão que seja favorável ou desfavorável ao pedido realizado, nem liminar, nem definitivo.

Rodrigo Batistella se pronuncia

“Se tivermos que prestar algum esclarecimento perante a Justiça Eleitoral faremos com toda a transparência e boa-fé, eu não fui citado em nenhum processo, mas já me falaram rapidamente que os candidatos derrotados ingressaram com um processo repleto de mentiras que podem ser facilmente demonstradas. Eu não fico triste por mim, me entristece saber que a busca pelo poder é capaz de fazer estes candidatos derrotados envolver o nome de servidores públicos honestos em suas mentiras para tentar ludibriar o Poder Judiciário. Fizemos uma campanha limpa, sofrendo ataques e não revidando, mostramos propostas sempre visando um futuro melhor para nossa Cidade, e nossa campanha limpa foi coroada com vitória, mas infelizmente algumas pessoas não aceitam a derrota, pois eles têm um projeto de poder e não um projeto de Cidade. Eu tenho um projeto de Cidade, após a eleição trabalhei intensamente para montar uma equipe de governo qualificada para o desafio que é administrar nossa Cidade, temos grandes batalhas nestes próximos quatro anos e meu foco e energia estão em fazer o melhor possível para nossa Cidade”.

Nossa equipe de reportagem não conseguiu contato com a assessoria da prefeita Margarete Simon Ferretti até o fechamento desta edição.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here