Saúde tem consultoria do Sírio-Libanês e Moinhos renovada por mais quatro anos

Foto: Vinicius Thormann

O diretor-executivo do Sírio Libanês, Fernando Torell, confirmou a consultoria na saúde de Canoas dos grupos hospitalares Sírio-Libanês, de São Paulo, e Moinhos de Vento, do Rio Grande do Sul, por mais quatro meses, em uma reunião que apresentou um relatório com um diagnóstico da situação da área.

A consultoria das instituições é feita através de um programa do Ministério da Saúde, o Proadi-SUS, onde os grupos hospitalares, de excelência reconhecida, têm realizado consultorias em pontos-chave na gestão dos contratos executados até pouco tempo atrás pelo Gamp, sem custos ao município.

O trabalho conta com uma equipe com profissionais de diversas áreas. Essa equipe tem como missão fazer um diagnóstico e nortear a Prefeitura sobre a melhor forma de gestão do HU e do HPS, da UPA Rio Branco e de quatro CAPS.

A equipe de consultores apresentou levantamentos detalhados de gastos e investimentos que eram feitos e as formas de torná-los mais efetivos. Foram identificadas necessidades de elevar as taxas de ocupação dos hospitais, e de manter a credibilidade com fornecedores, por exemplo. Consultor sênior do Sírio Libanês, Paulo Malabarba diz que o intuito do diagnóstico era mostrar situações onde é possível investir com melhor qualidade. “Esperamos que agora possamos implementar as medidas apresentadas. O que verificamos é que antigas gestões não investiram corretamente, seja em equipamentos, seja em gestão. A partir de agora, a produção poderá ser melhorada”, lembra Malabarba.

“O apoio que estamos recebendo dos hospitais Sírio-Libanês e Moinhos de Vento é fundamental para seguirmos buscando a qualificação do atendimento da nossa população. Ambas são instituições reconhecidas nacionalmente em gestão hospitalar e que estão nos sinalizando caminhos para resolver os problemas no nosso sistema de saúde e investirmos melhor.”, destacou o prefeito de Canoas, Luiz Carlos Busato

Participaram também da reunião o interventor na saúde de Canoas, Francisco Figueiredo, a secretária-adjunta da Saúde Estadual, Aglaé Regina da Silva, o secretário das Relações Institucionais e Comunicação de Canoas, Rodrigo Busato, a secretária-adjunta da Saúde de Canoas, Patrícia Urrutigaray, além da equipe de consultoria e de diretores e funcionários dos equipamentos de saúde de Canoas.