Conecte-se conosco

header-top



 




 

20/05/2024
 

Destaques

Homenagem aos 50 anos do jornal O Timoneiro realizada na Câmara

Avatar

Publicado

em

2769A sessão da Câmara de Vereadores da terça-feira, 6, foi para homenagear os 50 anos do jornal O Timoneiro. O Grande Expediente, proposto pelo vereador Airton Souza (PP), lembrou aniversário, comemorado em julho.

Em seu pronunciamento, o vereador Airton ressaltou que OT, fundado em 29 de julho de 1966, ajudou a construir a história de Canoas. Ele destacou características que considera fundamentais para a credibilidade do jornal, citando o profissionalismo, imparcialidade e a responsabilidade com as informações prestadas aos cidadãos. “É um jornal que está sempre ao lado da notícia”, afirmou.

Para marcar a solenidade, Airton fez a entrega do Troféu Canoas ao diretor do OT, Jorge Uequed, que recebeu a homenagem acompanhado dos filhos Jorge e Gisele Uequed. Em sua fala, o diretor disse que o homenageado da noite era Canabarro Tróis filho, o Tonito, co-fundador e ainda hoje colunista do jornal, que não pôde comparecer à sessão por problemas de saúde. Uequed salientou que Tonito foi o responsável pela linha editorial do jornal e ensinou que um jornal não pode brigar com os fatos. “Essa homenagem não é um reconhecimento apenas, mas uma demonstração de amor à democracia e de respeito à liberdade de imprensa”, declarou.

Vice-prefeita e deputado

A Vice-prefeita eleita de Canoas, Gisele Uequed, participou da sessão e enfatizou que a publicação é marcada pelo espírito de coragem e de princípios, com respeito aos canoenses e ao dinheiro público. É com esse espírito que, tenho certeza, veremos nos próximos 50 anos. O espírito de coragem, onde não há medo, e sim princípios que sejam, em primeiro lugar, respeitar os canoenses e respeitar o dinheiro público da nossa cidade. E é por isso que eu me sinto muito à vontade de participar de um governo onde eu vou ter O Timoneiro como oposição, sempre me fiscalizando. É isso que a gente quer da política”, disse.

O deputado estadual Nelsinho Metalúrgico (PT) também participou da homenagem e afirmou, em seu pronunciamento, que o OT traz à tona os assuntos da cidade. “É importante que assuntos relevantes da cidade tenham a repercussão necessária”, salientou.

Em seu discurso, o diretor Jorge Uequed destacou a fundação do jornal, em plena ditadura militar. “Eles representavam o pensamento daqueles que queriam que a cidade tivesse posição. Ali estava a mão firme, sempre apontada para o interesse popular, do Antônio Canabarro Tróis filho, o Tonito, o verdadeiro homenageado pela grandeza de O Timoneiro”, enfatizou.

Bancadas

Vereadores de diferentes bancadas parabenizaram o cinquentenário do jornal. Juares Hoy (PTB) afirmou que a postura do semanário atende ao que a sociedade canoense espera de um veículo de comunicação e destacou a preocupação do semanário com a busca pela verdade. Ivo Lech (PMDB) disse que a população aguarda ansiosamente pelas sextas-feiras para conferir o conteúdo de cada edição do jornal. “É a síntese de um jornal livre”, avaliou. Dario da Silveira (PDT) salientou que o OT e Jorge Uequed ajudaram a escrever a história da cidade. Paulinho de Odé (PT) destacou a importância dos funcionários e colaboradores para o sucesso do jornal.

César Augusto Ribas Moreira (PRB) também parabenizou a publicação e cumprimentou todos os envolvidos em sua produção. José Carlos Patricio (PSD) enfatizou que o OT é fonte de informação e que suas notícias instigam e atualizam os leitores. “Que o jornal continue atuante e forte”, afirmou. Francisco da Mensagem (PSB) cumprimentou a equipe do jornal e lembrou do período em que atuou como subprefeito. Disse que sempre buscou atender prontamente as demandas. Aloisio Bamberg (PCdoB) parabenizou o OT e agradeceu o apoio recebido de Jorge Uequed no início de sua trajetória política.

No encerramento da homenagem, o presidente da Câmara, Paulo Ritter (PT), classificou a publicação como “exemplo de um jornalismo que tem posição e que luta por ela”. Acompanharam o Grande Expediente, funcionários e colaboradores do jornal e familiares e amigos de Jorge Uequed.

Continuar a ler
Clique em Comentário

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Destaques

DESASTRE NO RS: Total de mortos sobe para 83; 111 estão desaparecidos

Redação

Publicado

em

DESASTRE NO RS: Total de mortos sobe para 83; 111 estão desaparecidos

Na manhã desta segunda-feira, 6, um boletim divulgado pela Defesa Civil apontou que o número de mortos em decorrências das chuvas e enchentes que atingiram o Rio Grande do Sul subiu para 83. Ainda estão sendo investigadas outras 4 mortes, e há 111 desaparecidos e 276 pessoas feridas.

De acordo os dados da Defesa Civil, 141,3 mil pessoas estão fora de casa, sendo 19,3 mil em abrigos e 121,9 mil desalojadas (na casa de amigos ou familiares). Ao todo, 345dos 496 municípios do estado registraram algum tipo de problema, afetando 850  mil pessoas.

Risco de inundação extrema

O nível do Guaíba, em Porto Alegre, está quase 2,30 metros acima da cota de inundação. Em medição realizada às 5h15min desta segunda-feira, 6, o patamar estava em 5,26 metros. O limite para inundação é de 3 metros.

Continuar a ler

Destaques

DESASTRE NO RS: Número de mortes chega a 66; Jairo Jorge afirma que dois óbitos ocorreram em Canoas

Redação

Publicado

em

DESASTRE NO RS: Número de mortes chega a 66; Jairo Jorge afirma que dois óbitos ocorreram em Canoas

Um boletim divulgado pela Defesa Civil na manhã deste domingo, 5, confirmou 66 mortes no Rio Grande do Sul por conta das fortes chuvas que assolam o Estado desde o último sábado, 27.

Outros seis óbitos já confirmados estão sendo investigados
, para verificar se têm relação com a tragédia; o prefeito de Canoas, Jairo Jorge, disse em entrevista a uma rádio gaúcha neste manhã que o município registrou duas mortes.

Em breve mais informações.

Continuar a ler

Destaques

Tragédia em Canoas deixa milhares de desabrigados e cena é de guerra

Redação

Publicado

em

Tragédia em Canoas deixa milhares desamparados e cena é de guerra

As chuvas começaram no sábado, 27, e praticamente não pararam mais no Rio Grande do Sul. Inicialmente, os pontos críticos vieram da região do Vales, da serra gaúcha e cidades do interior do Estado.

Ao todo, foram confirmadas 56 mortes e mais de 60 pessoas desaparecidas (dado subestimado de acordo com inúmeros relatos de parentes, amigos e vizinhos de vítimas de alagamentos, deslizamentos, desabamentos de casas…

Em Canoas o drama começou após a água transbordar do Rio Gravataí, na noite quinta-feira, e invadir a Av. Guilherme Schell em direção ao bairro Rio Branco. Nesta sexta-feira, 4, o temido fato do dique localizado no bairro Mathias Velho não suportar a pressão das águas aconteceu.

Desde então, mais de sete bairros tiveram que ser evacuados por pedido da Prefeitura de Canoas, mas nem todos conseguiram sair de suas casas tamanha altura das águas. Agora, o cenário é dramático, principalmente nas regiões dos bairros Rio Branco, Mato Grande, Mathias Velho, Niterói.

Há relatos de centenas de pessoas ilhadas e/ou em cima do telhado, e o resgate tem sido dividido entre forças municipais e de voluntários, inclusive de outras cidades. A dificuldade se concentra na necessidade de obter lanchas, barcos e jet-skis.

Acolhidos

Até o momento, mais de 7,5 mil pessoas nos abrigos da Prefeitura. Principais necessidades de doações são de produtos de higiene, limpeza e colchões.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm