Conecte-se conosco

header-top



 




 

23/04/2024
 

Geral

Canoas recebe quatro novas estações meteorológicas

Redação

Publicado

em

Mais quatro estações meteorológicas automáticas foram colocadas em funcionamento em Canoas nesta quinta-feira, 22. Os novos equipamentos foram instalados por uma empresa especializada em diferentes locais: o Centro Olímpico Municipal, no bairro Igara; a EMEF João Paulo I, no Harmonia; a sede do Banco do Brasil, na Rua Quinze de Janeiro, no Centro; e a EMEF General Osório, no Rio Branco.

Agora, Canoas conta com oito estações automáticas em atividade. Duas delas foram instaladas no início de janeiro deste ano, nos bairros Guajuviras e Mathias Velho, e outras duas no fim do ano passado, no Niterói e na Mato Grande. A aquisição da tecnologia ocorreu através de empresas por meio de termo de compensação vegetal, e não teve custos aos cofres públicos.

Os dados obtidos em tempo real pelas novas estruturas serão usados nos estudos de monitoramento e acompanhamento do tempo e do clima. As estações meteorológicas serão utilizadas pelo Escritório de Resiliência Climática (Eclima) e serão úteis para a Defesa Civil, com o objetivo de planejar ações e atividades, de forma preventiva, a fim de mitigar danos causados por eventuais fenômenos naturais.

“As estações meteorológicas são de extrema importância porque nos ajudam a monitorar os pontos mais sensíveis da cidade em casos de eventos climáticos extremos. Quanto maior o número de dados à disposição no Eclima, melhor será a forma de trabalhar estratégias de prevenção e estudos de monitoramento para futuras ações de mitigação”, afirma o secretário adjunto do Escritório de Resiliência Climática (Eclima), Igor Sousa.

Os equipamentos contam com sensores que medem a umidade e temperatura do ar, a pressão atmosférica, os volumes de precipitações, velocidade e direção do vento, a radiação ultravioleta, luminosidade, entre outros dados.

Além das estações, o Eclima conta com cinco pluviômetros para medição de chuva pelo Centro Nacional de Monitoramento e Alertas de Desastres Naturais (CEMADEN) e duas outras estações meteorológicas completas a partir de convênio com a MetSul Meteorologia.

Geral

Canoas participa de evento sobre políticas públicas para a primeira infância

Redação

Publicado

em

A Prefeitura de Canoas participa da edição 2024 do Encontro Urban95, que ocorre em Recife. O evento, que iniciou domingo e seguirá até  esta terça-feira, 23, reúne representantes das cidades que compõem a Rede Urban.

Na ocisão, eles podem compartilhar experiências e fortalecer parcerias sobre as políticas públicas, os serviços e a agenda da primeira infância em suas cidades. A programação do Encontro prevê momentos de trocas e lições aprendidas entre gestores sobre avanços e desafios na construção de políticas públicas para bebês, crianças e cuidadores.

Os representantes ainda vão conhecer equipamentos como o CRIAR— Centro de Referência da Primeira Infância. O dispositivo é planejado para potencializar o desenvolvimento das crianças e oferecer formação para profissionais e cuidadores.

O Encontro Urban95 é organizado pela Fundação Van Leer, em parceria com a prefeitura de Recife e a Agência Recife para Inovação e Estratégias (ARIES), com apoio logístico do Centro de Criação de Imagem Popular (CECIP).

Sobre a Urban95

A Urban95 é uma iniciativa internacional da Fundação Van Leer, que visa incluir a perspectiva de bebês, crianças pequenas e seus cuidadores no planejamento urbano, nas estratégias de mobilidade e nos programas e serviços destinados a eles. Gestores públicos e técnicos recebem apoio e capacitação sobre formas de contribuir com o desenvolvimento integral das crianças a partir da experiência das cidades, identificando e atuando nos territórios onde os bebês e suas famílias estão, em especial aqueles mais vulneráveis.

A iniciativa visa incorporar as lentes da primeira infância na gestão das cidades, a partir de ações que promovam interações positivas, contato com a natureza nos espaços urbanos, proximidade entre serviços e mudanças duradouras nos cenários que moldam os primeiros anos da vida de nossos cidadãos.

Continuar a ler

Geral

Prefeitura na Rua celebra aniversário do Guajuviras e faz mais de 600 atendimentos

Redação

Publicado

em

Com a presença de pessoas de destaque na história do bairro Guajuviras, a população local recebeu a 372ª edição do Prefeitura na Rua (PNR) e celebrou os 37 anos do bairro na manhã desta sábado, 20. Na ocasião, foram realizados 661 atendimentos aos moradores. Desses, 242 foram demandas apresentadas diretamente ao prefeito e aos secretários.

“Hoje estamos comemorando um direito que adquirimos há mais de 30 anos, que é o direito à moradia. É muito lindo olhar para trás e ver que toda nossa luta valeu a pena e que temos conquistado tantas coisas ao longo desses anos”, afirmou Ana Mossatte, uma das primeiras moradoras do Guajuviras.

Antes do início dos atendimentos, o prefeito Jairo Jorge, o senador Paulo Paim e lideranças da época cantaram parabéns pelos 37 anos do bairro e falaram sobre sua história. Na ocasião, uma foto de 1987, com lideranças da ocupação, foi entregue à Paim.

O senador Paulo Paim destacou a importância do bairro para a cidade. “O Guajuviras faz parte da história de todos nós. Essa foto que recebi é a memória daqueles que articularam a ocupação do Guajuviras, que lutaram juntos e constituíram um dos maiores bairros do Rio Grande do Sul. Tem uma frase que marcou muito na época e sempre gosto de repetir: ‘entrem, ocupem as residências, plantem as flores, façam seus jardins e ninguém vai tirar vocês daqui’. E não tiraram”, ressaltou.

“É um momento de alegria e emoção estar com todas essas pessoas, que lá atrás lutaram para ter uma moradia. No Guajuviras não tinha nada, não tinha água, não tinha luz, não tinha transporte e essas pessoas lutaram para garantir os seus direitos e as melhorias no bairro. Ainda temos coisas para melhorar, mas é importante olhar para trás, para os 37 anos que se passaram e ver o quanto o Guajuviras melhorou e se transformou”, afirmou o prefeito Jairo Jorge.

Atendimentos

Uma das pessoas atendidas no Prefeitura na Rua, a moradora Simone Rodrigues, salientou a importância da ferramenta de participação. “Eu sempre busco o Prefeitura na Rua para resolver as minhas demandas. É uma forma de ter um contato direto com o prefeito e os secretários, com todos os serviços, em um dia que facilita, pois durante a semana é mais complicado de conseguir fazer os encaminhamentos”, ressaltou.

Entre os atendimentos oferecidos ao público, o PNR deste sábado teve imunização contra a influenza e possibilidade de atualização de pendências do calendário vacinal, presença da unidade móvel do CadÚnico, cadastros para castração pela Secretaria Municipal de Bem-Estar Animal, participação do Canoas Recicla com a Gente, orientações do Procon, distribuição de mudas de plantas e feira de artesanato. A próxima edição do PNR ocorre no sábado, 27, no bairro Mathias Velho.

Prefeitura na Rua

O Prefeitura na Rua (PNR) é uma ferramenta de participação popular que acontece, semanalmente, em todos os quadrantes da cidade, sempre aos sábados. No local, os canoenses podem contar com uma estrutura da Administração Municipal. Para ser atendido, o morador deve retirar sua ficha mediante apresentação de documento com foto e CPF.

Continuar a ler

Geral

Emissão de passaportes deve ser normalizada em até 30 dias

Redação

Publicado

em

Os viajantes que tentam agendar a emissão de passaportes pelo site da Polícia Federal não conseguem fazê-lo desde o começo da semana. A possibilidade foi suspensa devido a uma invasão cometida por hackers ao site da instituição no começo da semana.

Não há previsão para que o serviço volte ao normal, mas a PF acredita que o sistema deve voltar ao ar em até 30 dias. “Àqueles que comprovadamente tenham necessidade da emissão do documento de viagem nos próximos dias devem enviar a documentação comprobatória da urgência a uma unidade emissora de passaporte”, disse a instituição em nota oficial.

Segundo o presidente do Sindicato dos Policiais Federais do Rio Grande do Sul (Sinpef-RS), Flávio Isoton, a medida é cautelar. “Por medida de segurança é feito um bloqueio geral, antes do começo da investigação. Medidas de cautela são tomadas imediatamente, com o objetivo de salvaguardar as informações contidas no sistema e reestabelecer o serviço da forma mais rápida possível”, afirmou.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm