Conecte-se conosco

header-top






 

14/07/2024
 

Cultura

Netflix doa R$ 2 milhões para trabalhadores do setor audiovisual atingidos pelas enchentes no RS 

Redação

Publicado

em

Netflix doa R$ 2 milhões para trabalhadores do setor audiovisual atingidos pelas enchentes no RS 

Trabalhadores do audiovisual residentes em municípios do interior do Rio Grande do Sul, que, de alguma forma, foram afetados pelas enchentes do mês de maio serão contemplados por uma doação de R$ 2 milhões da empresa Netflix.

A iniciativa, batizada de Ação Audiovisual RS, será conduzida e gerenciada pela FUNDACINE (Fundação Cinema RS), entidade com 25 anos de atividades, que ficará responsável pela operacionalização dos repasses financeiros aos profissionais gaúchos, incluindo os situados na Capital.

Cadastro 

O cadastro de candidatos ao auxílio em dinheiro deve ser efetuado entre os dias 04 e 25 de junho, através de formulário online (disponível no site www.fundacine.org.br pelo link  https://forms.gle/7VE4v6h9b6Hp2z567).

Em caso de acesso limitado à internet, também é possível entrar em contato pelo telefone (51) 99580.0624, através do WhatsApp.

Sobre o benefício 

O benefício é destinado a profissionais e trabalhadores da indústria audiovisual, televisiva ou cinematográfica que atuem no segmento há pelo menos 12 meses, e que tenham sido comprovadamente afetados pela tragédia climática que assolou o Estado recentemente.

“São centenas de trabalhadores do audiovisual elegíveis aos repasses, incluindo quem opera por trás das câmeras, em todas as funções, incluindo eletricistas, marceneiros, técnicos e especialistas em catering; e exerce a atividade à frente delas (como atrizes e atores)”, destaca o diretor da FUNDACINE, Beto Rodrigues.

O dirigente observa que a prioridade será dada a quem atua por projeto e teve sua rotina diretamente afetada pelas enchentes.

“Isso inclui integrantes da cadeia produtiva do audiovisual (como motoristas de van, videomakers, realizadores independentes, técnicos e fornecedores) que tiveram suas moradias atingidas, perderam equipamentos de trabalho ou tiveram filmagens canceladas, por conta do ocorrido, não somente na Capital, mas em todo o interior do Rio Grande do Sul”, reforça.

Pagamentos  

Os pagamentos do benefício estão programados para iniciar no final de junho e se estendem até a primeira quinzena de julho.

Profissionais do segmento que já responderam e preencheram os requisitos necessários do questionário da iniciativa Futuro Audiovisual RS – uma coalizão formada por SIAV, APTC, Macumba LAB, Instituto Akamani, ACCIRS e FUNDACINE, além de colaboradores nacionais como a APRO, API, BRAVI e Academia Brasileira de Cinema – serão automaticamente considerados para os repasses viabilizados a partir dessa doação.

Apoio 

A Ação Audiovisual RS conta com o apoio do Ministério da Cultura, responsável por conectar a instituição local à Netflix, empresa doadora dos recursos.

“Estamos empenhados em contribuir de diferentes maneiras para a recuperação do Rio Grande do Sul”, comenta o secretário executivo do Ministério da Cultura (MinC), Márcio Tavares.

“Nas tratativas com a iniciativa privada, indicamos a FUNDACINE como instituição mais habilitada a receber o aporte e encaminhar o processo de destinação de recursos aos afetados pelas enchentes”, pontua.

“Estamos trabalhando junto a várias entidades e instituições ligadas ao audiovisual de forma dedicada para que, enquanto enfrentamos essa crise, os profissionais do audiovisual não fiquem desassistidos”, destaca Rodrigues.

Segundo ele, mais empresas podem se juntar a este movimento e fazer doações à FUNDACINE ou ao programa Futuro Audiovisual RS.

 

 

Cultura

Festival Movimenta Cena Sul tem inscrições abertas, prevendo oportunidades para cerca de 300 trabalhadores

Redação

Publicado

em

Festival Movimenta Cena Sul tem inscrições abertas, prevendo oportunidades para cerca de 300 trabalhadores

Com o foco em apoiar trabalhadores da cultura afetados pelas enchentes no Rio Grande do Sul, o governo do Estado anunciou, entre uma série de medidas emergenciais para o segmento cultural, o Festival Movimenta Cena Sul.

A iniciativa ocorre de 19 a 27 de julho, com desdobramentos de ações descentralizadas que seguirão até dezembro. As inscrições estão abertas até 5 de julho para a primeira fase e 15 de julho para a segunda.

Sobre o festival

O festival é uma iniciativa que propõe ações para fomentar a cadeia produtiva das artes cênicas no Rio Grande do Sul. A programação contempla 15 apresentações no Theatro São Pedro e Multipalco, quatro oficinas virtuais e 30 intervenções artísticas em municípios do Estado.

O festival prevê atrair mais de 10 mil espectadores com uma programação integralmente gratuita e beneficiar cerca de 300 trabalhadores do setor.

Dividido em duas etapas, o festival selecionará, na primeira, 15 espetáculos de teatro, dança e circo que receberão de R$ 10 mil a R$ 15,3 mil por apresentação.

Além disso, o evento também contempla um eixo formativo com quatro oficinas virtuais abordando as temáticas de dramaturgia, produção, técnicas de palco e decolonialidade.

Seleção de profissionais

Para participar das oficinas, serão selecionados 160 profissionais das artes cênicas, sendo que 80 receberão uma bolsa de R$ 700 cada, e 80 poderão participar como ouvintes.

A segunda etapa ocorrerá entre 16 de agosto e 1º de dezembro, contemplando 30 propostas de intervenções artísticas que podem ser executadas em escolas, abrigos e espaços alternativos de diversos municípios do Rio Grande do Sul, com cachê de R$ 3 mil cada.

“O apoio ao festival corrobora o trabalho do governo do Estado para restabelecer a força da cultura gaúcha, com medidas que contribuem decisivamente para agilizar a necessária recuperação do setor cultural”, afirma a secretária da Cultura, Beatriz Araujo.

A seleção dos projetos será feita por uma curadoria de profissionais das artes cênicas e de instituições envolvidas, por meio de chamada pública. Os formulários de inscrições estarão disponíveis no site do Theatro São Pedro.

O Festival Movimenta Cena Sul tem realização da Associação Amigos do Theatro São Pedro (AATSP); apoio da Fundação Teatro São Pedro (FTSP) e do Instituto Estadual de Artes Cênicas (IEACEN), ambos vinculados à Secretaria da Cultura (Sedac); apoio cultural da Associação de Produtores de Teatro do Brasil (APTR) e da SP Escola de Teatro; e patrocínio do Banco do Estado do Rio Grande do Sul (Banrisul).

Chamada pública – Festival Movimenta Cena Sul:

Inscrições

Ação 1 – Espetáculos de artes cênicas

Ação 2 – Oficinas virtuais

Ação 3 – Intervenções artísticas

 

Continuar a ler

Cultura

Estado divulga lista de projetos classificados no edital da Lei de Incentivo à Cultura

Redação

Publicado

em

Estado divulga lista de projetos classificados no edital da Lei de Incentivo à Cultura

A listagem dos projetos culturais classificados no mais recente edital da Lei de Incentivo à Cultura (LIC) foi divulgada na quinta-feira, 21, em edição extra do Diário Oficial do Estado (DOE).

A publicação ocorre após os 637 projetos habilitados terem sido avaliados pelas Comissões de Seleção, compostas para cada uma das quatro finalidades previstas (ver abaixo). De acordo com o cronograma atualizado da seleção, a lista definitiva com os aprovados deve ser publicada em 8 de julho, também no DOE.

Estão classificados todos os projetos com nota final igual ou superior a 60 pontos. A partir da listagem de classificação, serão definidos os projetos contemplados em ordem decrescente de pontuação, observando-se as vagas asseguradas para cada finalidade e a distribuição conforme critérios de prioridade definidos para repescagem, o que busca equilibrar a demanda e ampliar a descentralização regional.

Na página do Pró-Cultura RS, está disponível para os proponentes a consulta ao detalhamento das notas atribuídas pelos quatro avaliadores. A contar da divulgação dos classificados, cabe recurso no prazo de cinco dias corridos, indicando eventuais erros técnicos na classificação do projeto ou na aplicação das notas.

Sobre o edital

O Edital Sedac nº 02/2024 “Seleção Projetos LIC 24/25” prevê a aprovação de novos projetos culturais a partir da autorização de R$ 30 milhões para captação de recursos via abatimento de ICMS, incentivada por meio do Pró-Cultura RS/LIC.

Os eventos selecionados têm previsão de realização entre julho de 2024 e junho de 2025. O edital assegura o prazo mínimo de 30 dias de vigência de captação ou a possibilidade de prorrogação das datas previstas, se for o caso.

No mês de julho, a Secretaria da Cultura (Sedac) deve abrir inscrições para projetos de espaços culturais, patrimônio e acervos. O valor total que será investido via LIC, em 2024, deve chegar a R$ 70 milhões.

Confira aqui a lista de classificados.

 

Continuar a ler

Cultura

Romance marca a estreia do Médico Dr. Álvaro Alberto Azevedo Fernandes como escritor

Redação

Publicado

em

Romance marca a estreia do Médico Dr. Álvaro Alberto Azevedo Fernandes como escritor

Livro “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica” traz reflexões acerca da condição humana.

Um romance filosófico que mergulha nas profundezas da mente humana e convida o leitor a embarcar em sua própria jornada de autoconhecimento e reflexão. Assim é o livro “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica”.

A obra, que marca a estreia do médico Dr. Álvaro Alberto Azevedo Fernandes como escritor, será lançada oficialmente em 20 de junho em diferentes plataformas de compras online.

Caracterizada por uma linguagem poética e simbólica, repleta de alusões literárias e filosóficas que enriquecem a leitura, e com influências de autores clássicos e contemporâneos, o livro propõe uma leitura não linear.

Notas de rodapé e marginais oferecem perspectivas adicionais e contextos alternativos, permitindo que o leitor construa sua própria interpretação da história.

É uma publicação ideal para quem busca uma compreensão mais profunda da condição humana e das múltiplas facetas da lucidez e da loucura. Com 531 páginas, o livro foi publicado pela Ases da Literatura e pode ser adquirido pelo site Um Livro.

A obra

Livro “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica” traz reflexões acerca da condição humana.

Livro “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica” traz reflexões acerca da condição humana.

Ao misturar elementos de reflexão, história e fantasia, “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica” explora as complexidades da existência por meio da história de Urbano.

A história do neurocirurgião é o fio condutor da trama. Ele e os colegas de faculdade, Asmin e J., conhecidos como o “trio da neuro”, divagam sobre as curiosidades da vida, questionam verdades e até mesmo a forma de atuação da medicina.

Depois de passar por um acidente, o então profissional se torna paciente do complexo hospitalar em que trabalha e passa a ver situações e comportamentos que antes não percebia.

Isso o faz repensar e mudar o seu antigo modo de ser. Escrever, o que ele chama de narrativa terapêutica, o ajuda nessa busca do básico e do que deixou de ser.

As lembranças de situações passadas, os relacionamentos construídos – ou retomados de outra forma – no período de internação e depois no início da sua volta às atividades, os diálogos profundos com outros personagens, bem como as histórias de vida deles, mostram a complexidade e relativizam o significado da existência humana.

Entre os novos encontros, está Poggio, que, assim como Urbano, busca um sentido para o existir. Ao conversar com o internado e saber mais sobre ele, o médico acaba por se reconhecer.

Dividido em três partes, o livro começa com “Troia Destroçada ou os Des-Troiados”, onde o protagonista inicia sua jornada introspectiva, revivendo memórias e enfrentando suas próprias contradições internas.

A segunda parte, “A Nau do Não ou Uma Neo-Nau Colonial de Insanos Controlados”, leva Urbano a uma viagem metafórica e literal pelos mares de sua consciência, confrontando figuras e ideias que moldaram sua visão de mundo.

Finalmente, “Ancoradouro e Orlas Mentais – Bordas Lúcidas” conclui a jornada com uma série de diálogos reveladores e introspecções que solidificam a transformação de Urbano.

O Autor

Nascido em 17 de agosto de 1968 em São Paulo, Álvaro Alberto Azevedo Fernandes se formou em Medicina pela Instituição Lusíadas, em 1992. Frequentou também outras graduações – Letras (USP – 3 anos), Direito (Inst. Toledo – 3 anos), e Filosofia (Unisinos – 3 anos).

Atualmente exerce o Cargo de Diretor Técnico do Hospital de Pronto Socorro de Canoas, Rio Grande do Sul. Desde a juventude é atraído pela literatura, sendo um ávido leitor e escritor independente.

Em 2024 passou a integrar (por um período de 3 anos) a equipe da Editora Ases da Literatura. “Errantes do pensamento: O segredo de Poggio: uma rapsódia filosófica” marca sua estreia como autor.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm