Conecte-se conosco

header-top



 




 

20/05/2024
 

Clima

Corsan abre poços no Capão do Corvo e COM e prevê abastecimento total das áreas secas de Canoas até sexta-feira

Redação

Publicado

em

Após o reínicio da captação de água em Canoas na noite de terça-feira, 7, a expectativa dos canoenses passou a ser ver a água sair pela torneira. Alguns pontos da área central, Nossa Senhora das Graças, Marechal Rondon e outros bairros experimentaram momentos de ter de volta a água, mas de forma muito inconstante. E será assim até pelo menos sexta-feira, segundo a Corsan.

Questionada pela reportagem de O Timoneiro ainda de como seria este retorno, se existia uma ordem e uma previsão para a normalização, a companhia respondeu por meio de sua assessoria de comunicação que está previsto que até sexta-feira todos os bairros da parte leste de Canoas sejam abastecidos, ainda que em alguns ocorra de forma gradual e com oscilações.

O trabalho de recuperação do abastecimento de Canoas vem sendo feito por meio de ações emergenciais como a implantação de uma estação flutuante de captação de água, concluída em pouco mais de 24 horas e a abertura de seis poços artesianos no Parque Getúlio Vargas (Capão do Corvo), no bairro Marechal Rondon, e quatro no Centro Olímpico Municipal, no Igara. Desta forma, será possível ampliar a captação e tratamento de água e aumentar a distribuição para os moradores da cidade.

Clima

Projeto de lei sobre adaptação a mudanças climáticas é aprovado no Senado

Redação

Publicado

em

O Senado Federal aprovou, na noite da quarta-feira, 15, um Projeto de Lei que estabelece regras para a elaboração de planos de adaptação às mudanças climáticas.

Aprovado no plenário em votação simbólica, o texto substitutivo foi apresentado pelo relator da matéria na Comissão de Constituição e Justiça (CCJ), senador Jaques Wagner (PT-BA). Como houve modificações, a proposta foi enviada à Câmara dos Deputados para nova análise.

O texto reúne diretrizes para a gestão e a redução do risco climático, a partir da adoção de medidas econômicas e socioambientais com o objetivo de adaptar os sistemas produtivos e de infraestrutura. A proposta determina a elaboração de um plano nacional de adaptação à mudança do clima, que deverá ser elaborado em até um ano e orientará planos estaduais e municipais.

Além de alinhados à Política Nacional de Proteção e Defesa Civil, os planos deverão fomentar a agricultura de baixo carbono e garantir segurança alimentar, nutricional, hídrica e energética.

No relatório, Wagner destaca a urgência apontada pelo Painel Intergovernamental sobre Mudanças Climáticas das Nações Unidas para medidas que garantam a segurança aos sistemas naturais e humanos.

O projeto, de autoria da deputada federal Tabata Amaral (PSB-SP), foi aprovado pela Câmara dos Deputados em dezembro de 2022. No Senado, foi modificado na Comissão de Meio Ambiente e posteriormente na CCJ.

A proposta será ainda revisada pela Câmara dos Deputados para análise das alterações. Se aprovado, o texto será enviado à sanção presidencial.

Continuar a ler

Clima

FORTES CHUVAS: Albergue Municipal de Canoas começa a receber pessoas em situação de rua 

Redação

Publicado

em

FORTES CHUVAS: Albergue Municipal de Canoas começa a receber pessoas em situação de rua - Foto: Guilherme Pereira

Em virtude do cenário de chuva intensa, e com o objetivo de atender as pessoas em situação de rua, o Albergue Municipal começou a receber os usuários a partir das 13 horas desta quarta-feira, 1º de maio.

Conforme a Secretaria Municipal de Assistência Social (SMAS), com o aumento da procura de espaços para acolhimento, os portões do local foram abertos mais cedo.

No local, os acolhidos receberão lanche durante a tarde e já ficarão para o acolhimento noturno. Equipes da SMAS farão abordagens para levar usuários ao albergue.

Continuar a ler

Clima

Canoas tem pelo menos 15 pontos com bloqueio nas ruas pelo acúmulo de água

Redação

Publicado

em

A cidade de Canoas já tem diversos pontos de alagamento devido às chuvas que ocorrem desde o sábado, 27. De acordo com o Escritório de Resiliência Climática e Defesa Civil de Canoas (Eclima), desde então, já foram mais de 200 milímetros de precipitação no município.

As águas também causam transtornos no trânsito. A prefeitura registra os seguintes pontos de bloqueio:

  • Rua D, no bairro Olaria;
  • Avenida Guilherme Schell, próximo da Estação São Luiz;
  • Rua 14 de Abril, no bairro Fátima;
  • Rua Liberdade, próximo do Colégio Leonardo da Vinci, bairro Marechal Rondon;
  • Rua das Araras;
  • Pontos da rua Engenheiro Kindler, no Harmonia;
  • Pontos da rua Doutor Barcelos com Araçá;
  • Esquinas das ruas Machadinho com Pistóia e Cairu com Nicolau Seibel, ambas no Rio Branco;
  • Rua Canguçu;
  • Pontos da rua Florianópolis: esquinas com Tapes, Encantado e Soledade;
  • Rua Campinas: esquinas com Torres e Tapes, no bairro Mathias Velho.

Em outros locais, os acumulados de água já escoaram em algumas horas. Equipes da prefeitura seguem nesses fazendo a sinalização e trabalhando para favorecer o escoamento da água.

A previsão é de que as chuvas continuem pelo menos até o domingo, dia 5 de maio.

Segundo a Defesa Civil de Canoas, até a manhã de terça-feira, 30, quatro pessoas (dois adultos e duas crianças) estavam desalojadas. Ambas são da mesma família e moradores do bairro Olaria. Eles seguiram para casa de familiares. As equipes também resgataram dois cães durante o atendimento.

Continuar a ler
publicidade

Destaques

Copyright © 2023 Jornal Timoneiro. Developed By Develcomm