Após confusão por diárias internacionais de servidores, Prefeitura se manifesta

A moradora do município de Nova Santa Rita, Janaina Ribeiro, fez uma transmissão ao vivo pelo Facebook, que contou com mais de 500 compartilhamentos, na qual mostrava um tumulto em sessão na Câmara de Vereadores, realizada na quarta-feira, 6. Populares se mostravam indignados com a aprovação de uma Lei que viabilizaria verbas para custear viagens internacionais da prefeita Margarete, que representará a cidade em Seminário na Itália, em março, e demais servidores em outras ocasiões. “Não têm vergonha na cara em aprovar diárias internacionais da Prefeita, enquanto nós não temos ruas direitas, esgoto e calçada, falta remédios básicos”, acusou Janaina.

Diante da repercussão, a Prefeitura lançou uma nota para esclarecer o que chamou de “equívocos e fake news”, afirmando que a tabela de valores segue a orientação do TCE-RS. Confira a nota:

“- Tomando como exemplo, os valores destinados a servidores municipais, que incluem Servidores Efetivos, Quadros do Magistério e Cargos em Comissão, tem-se como VALOR DE REFERÊNCIA, o valor de R$ 85,42 (Diária no Estado sem pernoite) para uma diária no Estado do RS, sem pernoite. 
 – Com pernoite, no Estado, o valor de referência é multiplicado por cinco (R$ 85,42 x 5) ; 
 – Se o compromisso for fora do Estado do RS, o valor referência é multiplicado por oito (R$ 85,42 x 8); 
 – Se o compromisso for em Brasília, o valor referência é multiplicado por 12 (R$ 85,42 x 12), e na eventualidade do compromisso ser fora do país, o valor referência, será multiplicado por 14 (R$ 85,42 x 14), sendo o valor final, neste hipotético caso (viagem ao exterior), de R$ 1.195,88 a diária (valor final, independente de variações cambiais). 
 – No caso de prefeito, o valor referência é de R$ 113,66, tendo a mesma tabela de multiplicação para cada tipo de deslocamento (valor referência de R$ 113,65 multiplicado por 5 para Estado do RS com pernoite; valor de referência multiplicado por 8 para fora do Estado; valor referência multiplicado por 12 para Brasília e valor referência multiplicado por 14 para fora do país, o que, neste último caso, seria então uma diária de R$ 1.591,10, independente de variação cambial)”.