Olegar Lopes: “Do fundo do baú”

Olegar Lopes – Agenda Tradicionalista

Do fundo do baú

Revendo meus modestos arquivos compostos por recortes de jornais e até mesmo por jornais completos, como é o caso dos que originaram esse texto, encontrei uma edição completa do jornal Zero Hora que circulou num sábado, dia 14 de abril de 1984 e outra, também completa, do jornal Folha da Tarde, do final de semana, dias 14 e 15 de abril de 1984. O motivo desses dois exemplares de jornais estarem arquivados por 36 anos foi a manchete da Folha da Tarde, O maior comício da história da cidade, e do jornal Zero Hora, Comício Pára Porto Alegre. Os dois tratavam do comício pelas Diretas Já, realizado na tarde e noite do dia anterior, sexta-feira 13 de abril. Evento que reuniu uma multidão calculada em 200 mil pessoas, ocupando o Largo da Prefeitura, Praça XV de Novembro, Avenida Borges de Medeiros, desde o Mercado Público até a Rua da Praia. 

Dividiram o palanque políticos como Ulisses Guimarães, Paulo Brossard, Lula, Pedro Simon, Leonel Brizola, Iris Resende, Franco Montoro, Alceu Collares, José Richa e, certamente, outros que deixaram de ser citados. Dois políticos do PDS, ambos deputados, enfrentaram bem as vaias do público, foram eles Jorge Goularte e Luís Possebom. Um pequeno incidente aconteceu no palanque quando Alceu Collares desferiu um soco em Firmo Trindade do PT que coordenava o acesso dos oradores à tribuna. A cena que assustou a cantora Fafá de Belém que se encontrava próxima dos dois: “Nunca vi nada disso” – disse ela.

Outra curiosidade que um evento de tamanha afluência de público provoca foram as muitas quinquilharias vendidas por representantes dos partidos e camelôs como as camisetas e pregadores que eram vendidos a CR$ 4 mil e 1 mil respectivamente. O mais curioso foi a venda de garrafas de cachaça com o rótulo “Cachaça das Diretas”, aquela que derruba um general. Alto teor de combatividade, amadurecida na luta. Curiosidades que também passam para a história do Brasil.    

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here