Sede da Siemens fecha em Canoas, após 56 anos de existência

Após 56 anos, a Multinacional alemã Siemens está de saída de Canoas. A empresa anunciou o fim das atividades da fábrica da Iriel, localizada na Rua Nazário. A informação foi confirmada pelo presidente do Sindicato dos Metalúrgicos de Canoas, Paulo Chitolina, que lamenta o encerramento das atividades.

A Siemens, em 2018 e 2019, já havia encerrado as atividades em duas empresas, Manaus e São Paulo, respectivamente. De acordo com Paulo, a Multinacional estava tentando vender a empresa de Canoas, pois mudou o seguimento da sua produção, mas não obteve sucesso, assim ficou decidido o fechamento da fábrica. A empresa irá produzir até novembro.

O maquinário da Iriel foi comprado pela Soprano que tem sede em Caxias do Sul. Também foi comprada a licença para o uso da marca por um tempo determinado. Com isso, a Soprano atenderá clientes da Iriel.

Acordo com os funcionários

De acordo com o presidente do sindicato, ao todo são 280 funcionários demitidos. Na próxima sexta-feira, 11, acontecerá uma assembleia para discussão das rescisões destes empregados. “O fechamento já foi comunicado, agora nós vamos em busca de auxiliar e ajudar os funcionários que serão demitidos. Queremos construir junto a eles uma solução melhor para todos”.

Segundo Paulo, a empresa confirmou que pagará todos os diretos rescisórios dos funcionários. “Nós fomos atrás de informações e confirmamos que os empregados demitidos das últimas fábricas que a Siemens fechou (Manaus e São Paulo) receberão todos os valores e ainda mais benefícios, vamos lutar para que isso aconteça aqui em Canoas”, finalizou o presidente.

Nota da Siemens

“Em iniciativa alinhada à estratégia global da companhia e à reorganização de suas atividades, a Siemens confirma o encerramento das atividades fabris de interruptores e tomadas exercidas pela Iriel Indústria e Comércio de Sistemas Elétricos Ltda., em Canoas (RS). Com relação aos cerca de 250 funcionários afetados, a empresa garante que todos os direitos estabelecidos em lei serão respeitados”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here