Deputado Manoni cobra Canoas por maltrato a cavalo e Prefeitura responde

Foto/Divulgação

O gabinete do deputado Rodrigo Maroni (PV), recebeu um pedido de socorro na sexta-feira, 5, para atender mais um caso de um cavalo explorado até a morte na utilização das carroças na cidade de Canoas. O líder da bancada do PV, João Lopes e a protetora de animais, Luziane Vasconcelos, prontamente se deslocaram ao local.

“Foi muito triste, quando chegamos nos deparamos com o animal nesta situação. O cavalo caído no chão já morto. Sem nenhuma assistência da prefeitura,  uma comunidade sem condições financeiras, SEDA e fiscalização só existe no papel em Canoas, não tem como segurar as lágrimas.

Até quando o descaso com a tração animal irá permanecer Prefeito Jairo Jorge?”, questionou João Lopes.

Resposta da Prefeitura

“Em relação ao caso do cavalo que faleceu em Canoas na última sexta-feira (5), a SEDA esclarece que recebeu a informação de que o animal estava caído em via pública no mesmo dia em que ele acabou morrendo. Assim que recebeu a informação, prontamente enviou uma equipe de veterinários para fazer o atendimento. No entanto, o cavalo teve complicações decorrentes de cólicas e não resistiu. Para que casos como este não aconteçam, a SEDA criou o Programa Canoas do Bem, que prevê o fim definitivo das carroças na cidade. O objetivo é garantir alternativas de trabalho aos condutores de carroças e, assim, evitar os maus-tratos dos cavalos utilizados nos veículos. A iniciativa consiste em disponibilizar auxílios econômico, social e material aos condutores de carroças que aderirem ao projeto, mediante a entrega do veículo e do animal. Já os cavalos, serão acolhidos pela SEDA e encaminhados para adoções responsáveis. O projeto já foi aprovado pelo Legislativo e, em breve, as inscrições serão abertas. A SEDA ainda reforça que denúncias sobre maus-tratos podem ser feitas através da Central de Atendimento ao Cidadão (CAC), pelo número: 0800 5101234”.

 

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here