Eleições 2020: as mudanças para o próximo pleito e a preparação das nominatas dos partidos canoenses

Graziele Albuquerque

A corrida eleitoral municipal neste ano contará com uma série de inovações em relação às anteriores. As mudanças aconteceram com o objetivo de garantir ao processo eleitoral uma disputa mais justa entre os concorrentes. O Timoneiro esclarece algumas destas mudanças, confira:

• Coligações proporcionais

A partir deste ano os partidos não poderão mais fazer coligações partidárias nas eleições para deputados e vereadores. Os partidos poderão se juntar somente na eleição majoritária (prefeito), devendo concorrer isoladamente nas eleições proporcionais (vereadores).

Como era: Os votos de todos os candidatos e legendas da coligação eram somados conjuntamente. De modo que são as coligações, e não os partidos individualmente, que conquistam vagas no Legislativo.

Como ficou: com a reforma política, os partidos não mais poderão se coligar em eleições proporcionais. Isso não significa que o sistema proporcional deixará de existir, mas apenas que os partidos concorrerão em chapas separadas, sem alianças. Ou seja, contarão apenas com seus próprios votos.

• Número de candidatos de vereadores

Haverá mudança também no número de candidatos a vereador que serão lançados. Cada partido poderá lançar até 150% do número de vagas existentes na Câmara Municipal.

Como era: Antes das novas regras eleitorais, as coligações podiam lançar até 200% da quantidade de vagas.

Como ficou: Com a vigência da nova legislação, cada partido isoladamente deverá lançar até 150% do número de cadeiras.

• A criação do fundo especial de financiamento de campanha;

O Fundo Especial de Financiamento de Campanha (FEFC) é um fundo público destinado ao financiamento das campanhas eleitorais dos candidatos. Ele entrou em vigor nas eleições de 2018 e valerá também para as eleições municipais de 2020.

O fundo tem regras para a sua distribuição definidas em lei: uma pequena parcela é rateada entre todos os partidos e o restante de acordo com a votação dos partidos e a sua representação no Congresso.

Como era: antes os partidos podiam receber doações de empresas para as campanhas eleitorais.


Como ficou:
Agora além do fundo eleitoral, as campanhas poderão contar com doações de pessoas físicas, limitadas a 10% do rendimento bruto do ano anterior ao das eleições e com a arrecadação por ferramentas de financiamento coletivo – o crowndfunding ou vaquinha virtual.

Preparação das nominatas para vereadores

AVANTE: Nominata de vereadores COMPLETA. Segundo o partido, é composta de nomes que já passaram pelas urnas e por outras lideranças que já auxiliaram antes, mas que agora farão sua estreia nas eleições. O AVANTE conta com vereador Gilson Oliveira, que busca a reeleição, e quer garantir mais uma cadeira na Câmara.

DEMOCRATAS: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO. De acordo com o partido, até a homologação das candidaturas estará fazendo definições.

O partido conta com nomes como Dr. Paulo Zubaran, Thiarles Yan, Capitão Júlio César, entre tantos outros.

MDB: Nominata de vereadores COMPLETA. Os vereadores Mossini e Linck irão concorrer à reeleição. Além disso, a nominata do partido é composta por nomes conhecidos dos canoenses, como o ex-vereador Airton Souza e o suplente Marcinho.

NOVO: Nominata de vereadores COMPLETA. O partido realizou um processo seletivo e oito candidatos foram aprovados. De acordo com os dirigentes, todos os nomes são estreantes na política.

PSB: Nominata de vereadores COMPLETA. De acordo com o partido, os pré-candidatos são pessoas conhecidas e reconhecidas, e com isso possibilitará buscar três cadeiras na Câmara de Vereadores.


PL:
Nominata de vereadores COMPLETA. De acordo com o partido, o grupo tem representação em diversos segmentos. Dois pré-candidatos que concorreram em 2018 a deputados estaduais, Adriano Agitasamba e Dra. Janisse Schirmer, estarão compondo a nominata, além de Rogério Tigre, o conselheiro tutelar mais votado em 2019.

PSL: Nominata de vereadores COMPLETA. Segundo o partido, foi ultrapassado o número de pré-candidatos e até a convenção está sendo avaliado esse grupo. Assim estão trabalhando para que os eleitores canoenses tenham opção pela renovação na política canoense.

O PSL apresentará nomes como o professor Paulo Bogado, a médica Dra. Vilma Cidade, o advogado Peterson Ávila, Fabiano Amaral, Campos, entre outros.

PSDB: Nominata de vereadores COMPLETA. De acordo com o partido, foi montada uma nominata que efetivamente representa todos os espectros da sociedade.

PT: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO com 30 pré-candidatos. O PT trabalha com reeleição de três parlamentares (Paulo Ritter, Maria Eunice e Emilio Neto), e, segundo o partido, foi montado uma nominata com diversas lideranças.

Psol: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO. Segundo o partido, é composta por nomes de respeito da população e que se propõem a fazer as mudanças necessárias em Canoas. O Psol irá fazer uma apresentação online de seus candidatos na próxima semana.

PTB: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO, de acordo com o partido, 99% fechada. Os vereadores Canhoto, Juares Hoy, Betinho do Cartório, Erick Douglas e Sargento Santana irão concorrer à reeleição, e, segundo o PTB, o partido irá oferecer ao cidadão canoense outros grandes nomes como opção de voto, mantendo a tradição de apresentar sempre uma nominata competitiva.

PV: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO, com 31 nomes. O vereador Cris Moraes concorrerá à reeleição, e de acordo com o partido, a nominata é composta por nomes de destaques na cidade em diversas áreas, e isso faz com que o PV seja plural.

PSD: Nominata de vereadores COMPLETA. O atual vereador Jozir Patteta buscará reeleição, e segundo o partido, a nominata é composta por diversos nomes qualificados, como os ex-vereadores e secretários, como DJ Cabeção e Carlos Lanes, Ana Moraes, o ex-vereador Xirú, entre tantos outros.

PRTB: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO. Segundo o partido, 90% concluída, e com um grupo que busca renovação. “Nossos candidatos querem transformar a cidade em um lugar melhor para todos viverem, e não um espaço de usufruir para si próprios e para ‘os seus’”.

PCdoB: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO. Segundo o partido, aproximadamente um terço dos nomes estão definidos, com ênfase na participação feminina, sobretudo mulheres da periferia, com recorte de classe, e com a aposta na juventude e na renovação.

PODEMOS: Nominata de vereadores COMPLETA. Segundo o partido, todos os nomes têm representatividade em suas áreas de atuação, dentre eles, alguns nomes já concorreram e tiveram um bom resultado eleitoral.

REPUBLICANOS: Nominata de vereadores EM CONSTRUÇÃO, “90% concluída, ainda fazendo alguns ajustes”.

O partido busca a reeleição do vereador Quinho e, segundo o Republicanos, a nominata é composta por lideranças comunitárias.


Rede Sustentabilidade:
Nominata de vereadores está COMPLETA. E de acordo com o partido, será composta por 70% de mulheres e com candidatos com representatividade nos seus núcleos.

De acordo com a Rede, durante a campanha será mantido o mesmo posicionamento de 2016. “Ao lado de pessoas competentes, que se empenham, diariamente, para transformar a realidade dos canoenses”.

SOLIDARIEDADE: Nominata de vereadores COMPLETA. De acordo com o partido, é composta por vários nomes conhecidos da população.

PDT E PROGRESSISTAS: NÃO RESPONDERAM

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here