Pré-candidata visa protagonismo feminino na próxima eleição 

Professora de educação básica desde 2007, e estudante de História, a jovem Gisele Vidal busca ser mais uma representante na ala feminina no legislativo do municipal. Filiada ao PT, a canoense de 32 anos lança sua pré-candidatura, que tem como principais bandeiras a luta pela igualdade de mulheres e negros e a defesa pela educação no município.

Trajetória

Moradora do bairro Igara, a pré-candidata é atuante na causa negra desde os seus 16 anos de idade, quando ingressou na União de Negros pela Igualdade (UNEGRO), onde, segundo ela, adquiriu diversos conhecimentos em políticas públicas.  Aos 24 anos, Gisele foi candidata à vereadora pelo PCdoB em Canoas, representando a causa negra, e conquistou em torno de 200 votos.

Servidora pública em Alvorada, onde leciona há 10 anos, a professora vê a educação e a política lado a lado quando se trata de um caminho para a mudança do atual cenário de desigualdade que muitos brasileiros enfrentam nos dias de hoje. “Em 2010, passei no concurso público em Alvorada, e iniciei minha trajetória como educadora, com demandas e realidades diferentes das que conhecia em Canoas. Aprendi e aprendo muito, e percebi os diversos desafios que nós educadores enfrentamos. Com condições atrativas para estudantes e professores, nossa educação melhora e com isso o país melhora também, pois a base de todos nós é a educação”, enfatiza.

Protagonismo feminino

Ao ser indagada sobre o que a motivou a lançar sua pré-candidatura à vereadora de Canoas, Gisele Vidal afirma que sempre teve interesse de participar da política somada à vontade de mudanças, principalmente em defesa das mulheres, negros e educadores.

Uma das suas prioridades é o protagonismo feminino, que, segundo ela, vem de “berço”. “Minha avó, Maria Vidal, foi líder comunitária na Rio Branco há mais de 30 anos, e até os dias de hoje, conseguimos notar as ações públicas marcantes na comunidade, as quais ela foi protagonista. Além disso, minha avó foi uma figura importante como cabo eleitoral na candidatura de vários políticos consagrados na cidade de Canoas e no estado inteiro”, frisou a pré-candidata.

De acordo com Gisele, metade da população canoense é de mulheres e essas elegeram somente uma vereadora, a parlamentar Maria Eunice (PT), que faz parte da atual legislatura. “Precisamos nos unir, precisamos de mulheres fazendo políticas públicas para mulheres, com tom de empoderamento, atuação, profissionalismo e juntas contra qualquer tipo de violência. Precisamos de mais representantes na ala feminina na casa legislativa canoense”, finalizou.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here