Prefeitura de Canoas fecha os leitos de UTI do município

No final da tarde desta quinta-feira, 2, a Prefeitura de Canoas anunciou o bloqueio de todos os seus leitos de UTI na cidade, segundo o prefeito, Luiz Carlos Busato, a impossibilidade de receber novas internações é baixo estoque de medicamentos analgésicos essenciais.

O chefe do executivo canoense salientou que há três semanas vinha avisando sobre esse risco. “Acionei o Ministério Público do RS e o Federal, reforçando também contato com o governo e, principalmente, com o Ministério Público para buscar providências. Tenho ativado nossos senadores e deputados federais gaúchos para aumentarem a pressão política para liberação de medicamentos”, escreveu o prefeito em rede social.

Segundo o último balanço, a cidade tem 79 leitos de UTI ocupados, de 88 possíveis – uma taxa de 91%. Já a UTI onde é concentrada os pacientes infectados por covid-19, 27 leitos estão ocupados, de 28 possíveis- uma taxa de 96 %

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here