Jorge Uequed: “Processo eleitoral freou diante da pandemia”


Jorge Uequed – Momento Político

Vírus x Política

Quase todos ficaram em casa nessa semana, e com isso parou o processo político e especialmente a luta eleitoral.

Os possíveis candidatos acolheram a iniciativa, especialmente porque não conseguiam falar com mais ninguém. As lideranças, como não podem sair de casa, não buscam e nem visitam os possíveis candidatos, com isso o silêncio e falta de decisão tomou conta do processo.

Vírus x Política II

Esse quadro pode conduzir à seguinte situação:
– As lideranças do Congresso decidirem marcar a eleição para 2021 ou 2022, pela impossibilidade de cumprir prazos e promover ações políticas.
2- Se não adiarem as eleições para 2022 e realizaram no final desse ano com a mudança dos prazos eleitorais, eis que, se o dinheiro do fundo eleitoral (R$ 2,5 bilhões de reais) for destinado para o combate ao vírus, vai faltar “entusiasmo” para os grandes partidos.

PDT

O partido está prestes a tomar decisão para participar das eleições depois que passar o prazo para a quarentena do vírus. Parcela dos trabalhistas querem ter candidatura própria ou indicar um candidato a vice.

PT e Psol

Está quase tudo parado na política, mas as conversas entre o PT e Psol para formarem uma chapa de prefeito e vice continuam em franca evolução.

4 de abril

Termina nessa data o prazo para detentores de cargo ou mandatos trocarem de partido sem perder a função.

Na Câmara de Vereadores mais de sete vereadores vão fazer a mudança, no caso do PP, perdeu os dois atuais vereadores e ganhou dois novos.

Dúvida

O vereador Sargento Santana, filiado ao PTB, possivelmente vai mudar de legenda, mas, apesar dos vários convites, ainda não decidiu para qual.

Correção

Mari Mantelli deve concorrer à vereadora, pelo partido Solidariedade.