Câmara: Renovação de 40%, segundo negro na história e primeira mulher reeleita

Por Graziele Albuquerque

A partir de 1° de janeiro de 2021, a Câmara de Vereadores de Canoas passará a contar com novos nomes nos cargos de parlamentares. No último domingo, 15, em eleição histórica, por conta do número de candidaturas, os canoenses escolheram entre os 491 candidatos, os 21 vereadores que figurarão na casa legislativa entre os anos 2021-2024.

Diversos nomes conhecidos se elegeram, além dos 13 parlamentares que conquistaram a reeleição, mas a Câmara contará com uma renovação de quase 40%, sendo que seis eleitos nunca ocuparam o cargo.

O mais votado

Totalizando 4.203 votos, o vereador Márcio Freitas (PDT) garantiu a reeleição para o terceiro mandato na Câmara de Vereadores de Canoas com status de candidato mais votado da cidade pelas eleições 2020, realizada no último domingo, 15. Segundo o político, o resultado foi reflexo do seu intenso trabalho ao povo canoense. “Ao longo dos últimos quatro anos de mandato, trabalhamos bastante e a nossa votação teve este reconhecimento por todos os serviços realizados”, expressou o parlamentar.

Para Márcio, a prioridade, no próximo mandato é a melhoria na qualidade de vida das pessoas de Canoas. “Quero continuar, fortemente, dando continuidade nos projetos que já estavam sendo realizados, e focar na saúde e educação para os canoenses”.

Ao ser perguntado se pretende concorrer, novamente, ao cargo de deputado estadual na próxima eleição, Márcio disse que sempre procurou novos desafios na sua vida e que a votação expressiva que teve neste pleito, o levará as urnas em 2022.

Primeira mulher reeleita

A parlamentar Maria Eunice (PT), além de ser a única mulher eleita entre as 21 cadeiras da Câmara, entrou para a história do município no último domingo, 15, por ser a primeira vereadora a ser reeleita ao cargo, durante os 81 anos da cidade Canoas.

Segundo Maria, a sensação do feito foi de alegria, pois o mandato dela foi testado e aprovado. “Testado porque teve resultado efetivo em relação aos compromissos firmados junto à população canoense. Tornou-se conhecido e reconhecido pelo resultado das urnas e aprovado politicamente por ser uma representação do Partido dos Trabalhadores”, ressaltou a parlamentar.

Para ela, a sua eleição, em 2016, desafiou outras mulheres a ocuparem o espaço legislativo, e neste ano foi possível ver diversas candidatas fazendo uma boa votação, mas não se elegendo, o que não era esperado por Maria Eunice. “Acreditei que tivéssemos mais mulheres nesta próxima legislatura, porque fui uma incentivadora e mobilizadora para esse processo eleitoral”.

Vereador negro é eleito

Maioria da população e com recorde de candidaturas em 2020, os negros aumentaram sua participação no comando das prefeituras e no número de cadeiras nas câmaras de vereadores, segundo dados preliminares do Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Em Canoas, Pastor Duarte (Republicanos) foi eleito vereador com 2.268 votos. O último, e único, negro que havia sido eleito em Canoas foi Antônio da Rosa em 1986.

Apesar do recorde registrado no Brasil, segundo Sidicley Mancy (Suplente do PDT), o trabalho realizado, por ele e por outros negros, o leva a crer que a questão da representatividade nos espaços de decisão do país precisa ser mais trabalhada. “Somos 54% da população e não alcançamos esses números nas urnas e nem nos lugares de poder”.

LEAVE A REPLY

Please enter your comment!
Please enter your name here