Reivindicação histórica, eleições para diretores da Educação Infantil ocorrem nesta quarta-feira, 20

Foto: Vinicius Thormman
Os pais, responsáveis e professores da rede municipal de ensino de Canoas podem votar e escolher os diretores de escolas de Educação Infantil da cidade durante toda a quarta-feira, 20, inclusive no horário de almoço. Ao todo, são 43 chapas, que concorrem à direção de 30 EMEIs, sendo a maioria com candidatura única. As urnas receberão votos das 8h às 19h30.

Podem concorrer ao cargo de diretores e vice-diretores os professores, agentes de apoio e técnicos de educação básica que preencham os requisitos dispostos no edital. Havendo necessidade, o segundo turno será realizado no dia 6 de dezembro. O mandato dos diretores e vices é de três anos. O voto é direto, ou seja, não há diferença de peso do voto ou lista tríplice. Quem obtiver a maioria dos votos é eleito. Os vencedores deverão participar e concluir o curso de Gestão Escolar, oferecido pelo Município. A posse dos eleitos será em janeiro.

A eleição para diretores das escolas de Educação Infantil é uma reivindicação histórica das comunidades que agora se torna realidade. Para a vice-prefeita, Gisele Uequed, a data marca o início de um período de maior autonomia nas escolas. “Este é um dia histórico para a cidade de Canoas, já que é a primeira vez que a comunidade vai às urnas escolher os diretores das EMEIS. A eleição significa o fim das indicações políticas de diretores, mais autonomia, democracia e participação nas decisões de quem vive a escola no dia a dia”, destaca Gisele.

O Projeto de Lei foi construído com o trabalho de uma comissão especial, composta por representantes do Sindicato dos Profissionais em Educação Municipal de Canoas (Sinprocan), das secretarias de Planejamento e Gestão e Educação, Procuradoria-Geral do Município, Conselho Municipal de Educação, representantes dos professores e diretores e pela Câmara de Vereadores, que realizou melhorias no PL e o aprovou por unanimidade.