Escola do Guajuviras recebe certificado da Organização das Nações Unidas

A Municipal de Ensino Fundamental (EMEF) Erna Würth, do bairro Guajuviras, é a primeira instituição de Canoas a receber a certificação da Organização das Nações Unidas (Unesco), para Educação, Ciências e Cultura, cumprindo as exigências que permitem ser membro do Projeto da Rede de Escolas Associadas (PEA).

A escola recebeu a placa de identidade Rede PEA para escolas públicas e o Certificado de Adesão no Encontro Nacional da Rede PEA-Unesco, em Ouro Preto, em Minas Gerais. Estiveram presentes no evento a secretária de Educação, Neka Freitas; a responsável pela Diretoria de Ensino Fundamental, Ana Cori Machado; e representantes da escola, Marcel Silveira Barbosa e Silvia Milão.
A secretária explica que, entre os projetos, destaca-se o de Educação de Jovens e Adultos (EJA) na modalidade semipresencial, desenvolvido na escola desde 2017. “Para ter o selo, precisamos manter um trabalho com relevância na sociedade e com projetos que impactam positivamente a comunidade. O selo demonstra que estamos no caminho certo para atingir a excelência do ensino que tanto almejamos”, ressalta Neka Freitas.

A vice-prefeita, Gisele Uequed, salienta que o trabalho agora é levar a iniciativa para outras escolas da rede. “O projeto da Erna Würth representa uma nova forma de aprender e de ensinar jovens e adultos, diminuindo a evasão escolar e melhorando todos os índices de ensino. Comemoramos esse reconhecimento da Unesco, pois reforça a qualidade da nossa educação com projetos de nível mundial. Trabalhamos para multiplicar a iniciativa na rede de ensino de Canoas”, comenta Gisele.

Projetos que chamaram a atenção da Unesco

A diretora da escola, Jane Machado Barbosa, esclarece que, no EJA modalidade semipresencial, os estudantes vão à escola três vezes por semana e, nos outros dias, acessam as plataformas on-line, nas quais os professores disponibilizam conteúdos. Jane ainda comenta que, neste ano, outros projetos desenvolvidos na escola também se destacaram, tais como: “Aprendendo com Autonomia”, “Sabão Ecológico”, “Meu direito de ser diferente” e o “Projeto Inspira”.