Parceiros Voluntários: Duas décadas de transformação social

Responsabilidade, solidariedade e respeito com o próximo, são alguns dos valores que a Parceiros Voluntários vem trazendo às vidas das pessoas que passam pela ONG. No dia 15 de setembro, a Organização completa 20 anos na cidade canoense, onde foi lançada com o apoio da Câmara de Indústria, Comércio e Serviços de Canoas (CICS) e de diversos empresários locais.
Já passaram mais de mil voluntários na ONG canoense, e hoje são 500 ativos que praticam voluntariado nas instituições, ONGS e projetos da Parceiros Voluntários. Entre os projetos estão “Tribos nas Trilhas da Cidadania”, “Tribos em Cenas”, que são trabalhados dentro das escolas públicas do município. De 2004 a 2019, já passaram mais de 5.000 adolescentes e crianças, oriundas de 70 escolas.
Para participar da Organização, pode ser pessoa física ou jurídica. Interessados podem entrar em contato através dos números: 3472.2293 ou 984459742 (Whats).

Como você faz a diferença no Parceiros Voluntários?
Demetrio Leite- Voluntário há 20 anos
O Voluntário doa o que tem de melhor e valioso: SEU TEMPO!
O tempo que teria pra si e para a sua família. E doa a quem mais precisa e é necessitado. Ser Parceiro Voluntário é uma sobrevida da aposentadoria laboral ou profissional. É VIVER! Continuar útil e produzindo alegrias, talvez realizações pessoais e para pessoas carentes.

Mariel Paiva- Voluntária há 15 anos
Sou muito grata pela oportunidade de estar vivendo esta experiência, desde 2012 com o Projeto Noite dos Sonhos. Encontros direcionados à conquista de esclarecimentos, informações, bem estar e leveza para conduzirem suas vidas, permitindo que a esperança, os valores do bem, a alegria, a coragem e o amor prevaleçam sempre na condução de suas vidas.

Nara Fontana- Voluntária há 1 ano
Trabalhei na Rede Estadual como professora por 23 anos. Quando me aposentei senti que podia e devia fazer algo em prol das pessoas, ajudá-las de alguma forma. Procurei o Parceiros Voluntários e, desde então, comecei a dar aulas de reforço para crianças e adolescentes e alfabetização para idosos. Ver um sorriso no rosto quando conseguem realizar a atividade… Essa troca de experiência tem sido gratificante.