Paulo Ritter assume vaga na Câmara de Vereadores

Nesta quinta-feira, 22, durante a sessão na Câmara de Vereadores de Canoas, o parlamentar Paulo Ritter (PT) assumiu uma cadeira no Legislativo após decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE), por unanimidade, na última segunda-feira, 19, na qual aceitou o pedido do Partido dos Trabalhadores, que alegou fidelidade partidária, pedindo a vaga do então suplente.
Com isto, Ritter passa a ocupar o lugar de DJ Cabeção, que era primeiro suplente do PT, mas trocou a sigla pelo PDT, assumindo a vaga de Paulinho de Odé, que foi para o PCdoB e, por isso, perdeu o mandato.
Paulo Ritter, que já ocupou o cargo no Legislativo de 2012 a 2016 e foi Secretário de Educação, se juntará aos três vereadores do seu partido, igualando o PT ao PTB em números de vereadores na Câmara, tendo ambas as siglas quatro representantes. Para o parlamentar, isso mostra a força do Partido de Trabalhadores em Canoas. “Gostaria de dizer que minha posse é a vitória dos militantes canoenses do PT. Precisamos mobilizar o Executivo e a sociedade contra esta política destrutiva de Bolsonaro contra o povo de Canoas”, concluiu o vereador.
O recém-empossado parlamentar falou sobre os seus projetos antigos que ele irá resgatar, como a implantação do Parque Guajuviras, do qual ele é autor da lei. Também deu ênfase à luta contra a privatização da Refap, justificando que será um motivo que levará Canoas a perder, segundo estimativas, trezentos milhões por ano de arrecadação.
A Upa da Niterói, bairro do qual o vereador é morador, corre o risco de encerrar as atividades e Ritter disse que será umas das primeiras demandas a serem trabalhadas. “Minha ideia inicial é, se confirmar o desmonte da unidade, assim que assumir, chamar o secretário para explicar a importância da UPA e mobilizar os moradores do bairro”.