Venezuelanos começam a se mudar para novas residências

Com a proximidade do término do convênio de cooperação de assistência e acolhimento, em 31 de março, as famílias venezuelanas que estão morando em Canoas desde setembro, passaram a buscar aluguéis de baixo custo para começarem um novo capítulo das suas vidas no Brasil.

A unidade móvel do Centro de Referência em Assistência Social da Prefeitura de Canoas está ajudando a fazer as mudanças. A Defesa Civil de Canoas também está participando do processo de mudança dos venezuelanos, auxiliando na doação de móveis para que possam mobiliar as suas novas moradias. Itens como colchões, pias, armários, geladeira, televisão, entre outros, foram entregues na manhã de hoje para os dois casais. Para atender os demais venezuelanos e a comunidade em situação de vulnerabilidade de Canoas, a Defesa Civil solicita a colaboração da população para o recebimento de doações, através da campanha permanente Ajudar Não Tem Hora. Para doar, entre em contato pelo telefone (51) 3476-3400 ou leve as suas doações diretamente na sede da Defesa Civil (Rua Bandeirantes, 450).

O Sou Solidário, projeto de Voluntariado realizado pela Fundação La Salle, também iniciou uma campanha de arrecadação de móveis e utensílios domésticos para as famílias de venezuelanos que estão em Canoas. Para doar camas, basta entrar em contato pelo telefone (51) 3031.3169, e-mail [email protected]ário.orgou pelas redes sociais do projeto. Os voluntários do Sou Solidário se encarregam de buscar as doações em Canoas e nos municípios da região metropolitana.